Entrevista de Mozer, do Flamengo, revolta Mauro: "Postura banana"

Flamengo sem ambição, onde o pagamento de contas vira muleta para justificar todos erros e a evidente incompetência na gestão do futebol.

Mozer, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
MAURO CEZAR PEREIRA: Time fora da briga pelo título brasileiro desde o primeiro turno (terminou 18 pontos atrás do Corinthians), fracasso na Libertadores com três derrotas em três jogos fora de casa e eliminação na fase de grupos, derrota nos pênaltis na Copa do Brasil jogando sem um goleiro à altura, eliminação na Primeira Liga para o Paraná, também nos penais; só duas míseras vitórias sobre rivais da chamada elite em 31 rodadas de Série A (Vasco e São Paulo, ainda no primeiro turno), mas está tudo bem.

Mozer não abria a boca, quando o fez em entrevista ao Vinicius Castro no UOL, apenas confirmou que se encaixa com perfeição neste Flamengo sem ambição, onde o pagamento de contas vira muleta para justificar todos erros e a evidente incompetência na gestão do futebol.

Chega a ser constrangedor quando cita e compara um elenco tão caro como o com o qual trabalha a rivais locais de investimento muito menor na atualidade. É o provincianismo que impera ali. Ganhar campeonato carioca os satisfaz. Entrevista esclarecedora para quem ainda não foi capaz de enxergar o óbvio.

Flamengo segue com postura e mentalidade pequena, incompatíveis com o que investe e o que representa.

Uma postura banana.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget