Fifa inicia discussão para criação de novo Mundial

Após a reunião, a Fifa informou que iniciou período de consulta sobre os formatos de torneios, inclusive o de clubes.

Foto: Reprodução
RODRIGO MATTOS: A aprovação pelo Conselho da Fifa do reconhecimento da Copa Intercontinental como Mundial reforça a campanha pela volta do torneio. A Conmebol tem um projeto do retorno da disputa entre campeões sul-americanos e europeus para substituir o atual Mundial de Clubes que deve acabar no atual formato. E agora a Fifa iniciou um processo formal para reformar alguns de seus torneios, entre eles o de clube.

Desde que assumiu, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, tem mostrado não estar satisfeito com a atual disputa de clubes. Entende que é pouca atrativa e rentável para a entidade.

Após a reunião, a Fifa informou que iniciou período de consulta sobre os formatos de torneios, inclusive o de clubes. Serão apresentados vários formatos em encontros da entidade. A intenção é aprovar formatos finais na próxima reunião do Conselho da Fifa em março de 2018, em Bogotá.

Infantino reconheceu, em coletiva, que é hora de discutir o modelo do Mundial e discutir ''diferentes modelos.'' Mas ressaltou que tem que se pensar nos campeonatos continentais em todo o mundo, inclusive os em desenvolvimento.

''Temos competições continentais fortes. E tem outras competições que querem ficar fortes. Enquanto o tempo evoluiu, outros clubes querem participar. Se podemos começar com algo novo, e que possa ajudar todas as confederações, temos que pensar em todos os clubes do mundo'', afirmou Infantino.

Há contratos com o atual formato do Mundial de Clubes até 2018, isto é, até lá a competição continua. Para depois disso, estão sendo estudadas alternativas. Uma delas é justamente a volta da Intercontinental. É possível também uma reformulação do Mundial.

A Conmebol iniciou uma negociação com a UEFA no sentido de retomar a disputa entre os campeões da Libertadores e da Liga dos Campeões. A entidade europeia é simpática a ideia. Resta procurar patrocinadores e convencer as outras confederações continentais. O assunto ainda não foi tratado na reunião desta sexta na Fifa.

A reunião do Conselho que aprovou o reconhecimento à Intercontinental foi uma demonstração de que pode haver resistência à ideia. Dirigentes africanos se mostraram contrariados porque clubes do país não participavam da disputa, mas acabaram aceitando. Quando a volta da competição entrar na pauta da Fifa, há boas possibilidades de reação parecida de continentes que ficaram de fora.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget