Fifa não reconhece Mundial, e Palmeiras promete entrar na Justiça

As polêmicas sobre oficialização de Mundial voltaram à tona esta sexta-feira entre os torcedores.

Foto: Divulgação
FOX SPORTS: A ausência da Copa Rio de 1951 entre as conquistas oficializadas pela Fifa como título mundial já fez o Palmeiras se mexer para que o torneio também entre na leva junto com as edições da Copa Intercontineltal que foram homologadas nesta sexta. De acordo com o Blog do Ohata, do portal UOL, um dirigente da Conmebol já foi acionado por integrantes palmeirenses que pretendem questionar à entidade sul-americana a não inclusão do título de 51.

As polêmicas sobre oficialização de Mundial voltaram à tona esta sexta-feira entre os torcedores após a Fifa (Federação Internacional de Futebol) considerar clubes campeões da extinta Copa Intercontinetal como campeões do mundo. A Fifa chegou a chamar o Palmeiras de primeiro campeão mundial em um documento de 2014, mas depois anunciou que só os que venceram competições organizadas por ela é que tinham essa chancela.

Antes da decisão da sexta, o FOXSports.com.br questionou Mustafa Contursi, ex-presidente do Palmeiras e responsável encabeçar um denso trabalho de pesquisa entregue em 2004 à Fifa para legitimar a Copa Rio de 1951 como Mundial de Clubes, sobre a decisão que não incluiria o time alviverde. Na ocasião, ele minimizou o a questão de oficializar ou não.

“Não tira o valor da grande conquista do futebol brasileiro se for chancelado ou não. Eu acho que é uma questão de justiça, não em relação à manifestação da FIFA, mas em relação à importância que isso teve para o futebol brasileiro, eu quero deixar bem claro, sempre deixar clara a importância que essa competição teve para o futebol brasileiro. Agora a FIFA, CBF, Conmebol, isso é tudo secundário. Lá na ocasião da conquista houve uma comemoração nacional”, disse Mustafá.

Entenda polêmica da Copa Rio de 1951 do Palmeiras

Em julho de 2016, a conquista da Copa Rio de 1951 pelo Palmeiras completou 65 anos e foi destacada e parabenizada pela FIFA, que, em sua postagem, colocou o time alviverde como “primeiro campeão global”. A primeira ação de reconhecimento proclamada pelo Palmeiras foi em 2007, em campanha encampada pela CBF, que enviou um documento ao clube brasileiro dizendo que a entidade reconhecia naquele momento o clube como primeiro campeão mundial de clubes.

Já em 2014 (na data citada pela Fifa na resposta), o Ministério do Esporte brasileiro também entrou na jogada para dar força ao título palmeirense. Neste momento, a FIFA enviou um documento para o Palmeiras e para a CBF sobre a conquista da competição. O procedimento foi semelhante ao que ela deu à Copa Intercontinental, em que a entidade máxima reconhece o título como de abrangência mundial, mas não concede a chancela que dá aos que ela mesmo passou a organizar, a partir de 2000 e 2005.

Ao time alviverde, a entidade diz reconhecer o status de primeiro campeão de uma competição de conotação mundial, embora não o declare o primeiro campeão mundial. 

“Na reunião realizada em 7 de junho de 2014 em São Paulo, o Comitê Executivo da FIFA concordou com o pedido apresentado pela CBF de reconhecer o torneio de 1951 entre clubes europeus e sul-americanos como a primeira competição de clubes mundiais e Palmeiras como vencedor. No entanto, foi só em 2000 que a FIFA organizou a primeira Copa do Mundo de Clubes da FIFA, com representantes de todas as seis confederações. Os vencedores desta competição, que se realiza anualmente a partir de 2005, são considerados oficialmente pela FIFA como os campeões mundiais”, diz comunicado.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget