Flamengo deve ter Mundial reconhecido pela FIFA. Palmeiras, não

A Conmebol não considera a Taça Rio, conquistada em 1951, como Mundial.

Campeões mundiais pelo Flamengo em 1981 - Foto: Divulgação
COSME RIMOLI: Como a Conmebol havia revelado ao blog, no dia 31 de agosto, a entidade considera que os vencedores do torneio Intercontinental como campeões mundiais. E decidiu exigir esse reconhecimento de uma vez por todas da Fifa.

"A Fifa nunca mandou qualquer memorando, relatório ou aviso que os Intercontinentais não são Mundiais. Tudo não passou de boatos, especulação da imprensa. Quem ganhou os Intercontinentais são campeões do mundo. E recebem esse tratamento pela Conmebol. Se esta recomendação de que não fossem reconhecidos existisse, ela já teria chegado a nós há anos. E nunca veio. E não virá. A história já foi escrita", resumiu o vice-chefe de Comunicação da Conmebol, ao blog.

Ou seja, Santos, São Paulo, Flamengo e Grêmio já eram e mereciam tratamento de campeões mundiais. Só que a entidade resolveu ir além. E quer a chancela da Fifa de vez, o reconhecimento.

O próprio presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, tornou pública a carta que enviou ao presidente da Fifa, Gianni Infantino.

"Solicito por bem apresentar ao Conselho da Fifa para consideração o tema do reconhecimento da entidade organizadora do futebol mundial aos campeões mundiais de clubes europeus e sul-americanos, durante a vigência da Copa Intercontinental de Clubes (1960-2004). Como você entenderá, para a Conmebol é importante manter no registro histórico no Mundial de Clubes, os resultados de tantos anos de disputa entre os ganhadores da Copa Libertadores e da Liga dos Campeões da Uefa."

A decisão deverá ocorrer na próxima sexta-feira, quando haverá uma reunião do Conselho da Fifa.

A aprovação é considerada como certa. Há até dúvidas se a iniciativa teria mesmo partido da Conmebol ou da própria Fifa. A entidade vai acabar com o Mundial de Clubes, da maneira que é disputada. Por pressão dos clubes europeus. E o esquema de duas partidas, entre o campeão da Libertadores contra o vencedor da Champions, como acontecia até 2000, voltará. Um jogo na América do Sul. E outro na Europa. E de quatro em quatro anos, haverá um Mundial com 24 equipes.

A confirmação dos títulos conquistados pelos times sul-americanos, entre 1960 e 2000, trará mais credibilidade para o retorno dos Mundiais em dois jogos.

Já está tudo certo.

Assim como também o blog havia antecipado.

O Palmeiras não será consagrado campeão mundial.

A Conmebol não considera a Taça Rio, conquistada em 1951, como Mundial.

Pelo motivo já exposto por aqui.

Havia vários torneios internacionais na época. A Taça Rio é considerada pela Conmebol e pela Fifa como mais um. Os participantes eram convidados. E houve equipes que se recusaram a disputar a Taça Rio, como Barcelona, Milan, Atlético de Madrid e Tottenham.

Ou seja: São Paulo e Santos terão reconhecidos dois títulos mundiais. O Flamengo e o Grêmio terão os seus.

Já o Palmeiras, não.

Não tem Mundial.

As discussões vão acabar de vez.

Como foi publicado aqui no dia 31 de agosto...


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget