Flamengo e Botafogo fazem a final do Campeonato Carioca Sub-17

Na final do primeiro turno, onde o Rubro-Negro levou a melhor, a disputa final foi decidida nos pênaltis. O Flamengo levando a melhor por 9 a 8.

Foto: Gilvan de Souza
GLOBO ESPORTE: Ao todo serão seis jogos em finais entre Flamengo e Botafogo no Campeonato Carioca sub-17. Uma rivalidade que foi fortalecida pelos encontros neste ano e que fica evidente durante os jogos, onde algumas divididas provocam discussões mais acaloradas.

Campeão da Taça Guanabara, o Flamengo foi superado pelo Botafogo na decisão da Taça Rio neste domingo, quando empataram por 2 a 2, na Gávea - no primeiro jogo, o Alvinegro venceu por 3 a 2. As duas equipes decidem o título estadual nos próximos dois fins de semana. A primeira partida será no Nilton Santos, e a segunda na Gávea.

Na final do primeiro turno, onde o Rubro-Negro levou a melhor, a disputa final foi decidida nos pênaltis. O Flamengo levando a melhor por 9 a 8.

Finais entre Flamengo x Botafogo no sub-17 até aqui:

Taça Guanabara
Botafogo 4 x 3 Flamengo
Flamengo 2 x 1 Botafogo (nos pênaltis Flamengo 9 x 8 Botafogo)

Taça Rio
Botafogo 3 x 2 Flamengo
Flamengo 2 x 2 Botafogo

O que pensam os alvinegros
O Botafogo chegou com força no sub-17 do Rio nesta temporada. O grupo celebrou muito o empate em 2 a 2 na Gávea (havia vencido por 3 a 2 no Nilton Santos). Autor do segundo gol, em bonita cobrança de falta, Rhuan destacou a disputa parelha entre as duas equipes, mas disse não ver favoritismo na decisão.

- Esse ano está muito forte. Uma disputa boa, com dois grandes elenco disputando com qualidade e elenco. Mas acho que vamos muito fortes para a final.

O primeiro gol do Botafogo foi de pênalti, após boa cobrança de Glauber. O jogador ressaltou, após a conquista do segundo turno, o fato de a equipe ter sido montada há pouco tempo.

- Ganhar aqui é bom para caramba, na casa dos caras. Estamos lutando desde o começo do ano. Esse time montando há pouco tempo, mas merecedor de tudo. É descansar para a final. Nosso time conhece o deles, e eles conhecem o nosso. É isso e vamos dentro dos caras - disse o jovem alvinegro.

Um Fla mordido
Autor do primeiro gol do Flamengo, o atacante Vitor Gabriel deixou o campo chateado pelo resultado e por um gol perdido em um dos últimos lances da final.

- Fico triste, uma bola sobrou para mim e não consegui fazer o gol. Mas agora é levantar a cabeça. Temos jogo pela Copa do Brasil na quarta e pegamos eles de novo na final. (...) O clima é tenso, eles provocam, a gente também. Vai ter sempre essa rivalidade.

Zagueiro jogou 1º turno no Bota, 2º no Fla
O zagueiro rubro-negro Ari protagonizou uma das cenas marcantes da final da Taça Rio. Em dividida com o alvinegro Ferrugem, afastou o perigo, segurou sua camisa e gritou: ''Isso aqui é Flamengo''.

Curiosamente, ele defendeu justamente o Botafogo ainda no primeiro turno, antes de trocar de clube. Após a derrota na Taça Rio, o jogador falou sobre a mudança, pregou respeito pelo ex-clube, mas viu vantagem rubro-negra na decisão.

- Não faltou entrega, vamos trabalhar mais para sairmos campeões nesses dois jogos. Nada contra o Botafogo, mas identifiquei muito com essa camisa, clube que me acolheu. A equipe deles teve um crescimento, está brigando de igual para igual.

O que pensam os treinadores
O técnico do Flamengo, Marcinho, reconheceu que a rivalidade entre as duas equipes se tornou mais acirrada pelo equilíbrio e pelos encontros nas finais. O comandante rubro-negro enxerga que muitas vezes isso é visto em jogadas duras e disse que é necessário conversar com os meninos em preparação para a decisão do Carioca.

- São meninos, tem que conversar, instruir. Mostrar para eles que não é na pancada que vai resolver. Mas é time grande contra time grande. A torcida inflama, jogador perde a cabeça rápido. Cabe a nós conversamos todos os dias, mostrar que tem que ser na qualidade. E que vamos em frente sempre assim, com pancada nunca.

O alvinegro Philipe Leal tem discurso parecido. Ele também elogiou a qualidade mostrada por sua equipe

- A gente tenta desenvolver neles equilíbrio emocional. A partir do momento que se equilibra, essa equipe tem um nível de qualidade que dá gosto de ver.

Em 2016, Flamengo ''passeou'' e ganhou os dois turnos
O campeonato do ano passado teve cenário diferente desta ano. Na ocasião, o Flamengo teve amplo domínio em sua conquista do título carioca. A equipe que tinha nomes de peso como Vinicius Júnior, Lincoln e Wesley venceu os dois turnos sem sustos. Todos subiram de categoria (Vinicius está nos profissionais). Na conquista da Taça Rio de 2016, levou a melhor no placar agregado de 10 a 1.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget