Flamengo e Fluminense trataram Sul-Americana de formas distintas

O Flamengo, por sua vez, sequer pretendia disputar a competição em 2017.

Foto: Gilvan de Souza
LANCE: Visando um fim de temporada feliz, Fluminense e Flamengo abrem, às 21h45 no Maracanã, o confronto válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. De olho na taça internacional, os rivais colocarão força máxima em campo, e até pouparam alguns nomes na última rodada do Brasileirão, mas os clubes nem sempre olharam para a competição da mesma forma nesta temporada.

Quando assumiu a presidência do clube das Laranjeiras, Pedro Abad colocou o torneio como um dos principais objetivos de 2017. Além de ser um título que o Fluminense ainda não conquistou, a decisão do presidente e da diretoria levou em consideração o retorno financeiro da Sul-Americana. Ao chegar nas quartas de final, o time de Abel Braga garantiu R$ 4.4 milhões aos cofres tricolores.

Apesar de estar em uma situação delicada no Brasileirão, na luta contra o Z4, o Flu tem na Sul-Americana a chance de terminar o ano em alta e com um título.

- É uma competição que o Flu ainda não venceu. Não só para mim, mas para cada atleta é de grande importância. Temos um confronto difícil, mas acredito que podemos dar mais um passo e, quem sabe, chegar à semifinal - afirmou Henrique Dourado, autor de quatro gols e artilheiro do Flu na Sul-Americana.

Além disso, o título garante ao campeão sul-americano a participação em quatro torneios em 2018: Copa Libertadores, Recopa Sul-Americana (contra o campeão da Libertadores), Copa Suruga (contra o campeão da Copa da Liga Japonesa) e Supercopa Euroamericana (contra o vencedor da Liga Europa).

CAMPANHA DO FLUMINENSE NA SUL-AMERICANA 2017

6 jogos - 4 vitórias e 2 derrotas
10 gols pró
4 gols contra

Artilheiros: Henrique Dourado (4), Richarlison (2), Wendel, Marlon Freitas, Gustavo Scarpa e Pedro

Eliminou: Liverpool-URU, Universidad Católica-EQU e LDU-QUE

O Flamengo, por sua vez, sequer pretendia disputar a competição em 2017. Isso só aconteceu porque o Rubro-Negro, então comandado pelo técnico Zé Ricardo, foi eliminado ainda na fase de grupos da Copa Libertadores - o que "rebaixou" o time para a disputa da fase de mata-mata da Sul-Americana.

Publicamente, o discurso da diretoria era de buscar todos os títulos em 2017, e o time começou o ano com a conquista indiscutível do Campeonato Carioca.

Com o vice-campeonato da Copa do Brasil - para o Cruzeiro no fim de setembro - e a equipe distante da disputa pelo título do Campeonato Brasileiro, a taça da Copa Sul-Americana tornou-se a salvação da atual temporada rubro-negra.

Nas fases anteriores, contra Palestino, do Chile, e Chapecoense, o Fla escalou equipes alternativas, mas avançou com facilidade para as quartas de final.

CAMPANHA DO FLAMENGO NA SUL-AMERICANA 2017

4 jogos - 3 vitórias e 1 empate
14 gols pró
2 gols sofridos

Artilheiros: Willian Arão (2), Éverton Ribeiro (2), Juan, Cuéllar, Lucas Paquetá, Felipe Vizeu, Geuvânio, Vinicius Júnior, Réver, Rafael Vaz, Berrío e Leandro Damião

Eliminou: Palestino-CHI e Chapecoense


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget