Flamengo procurou seis organizações para formar time de LoL

Uma denúncia sobre a tentativa de aliciamento do Flamengo foi aberta junto a Riot Games para uma investigação.

Foto: Divulgação
ESPN: A busca do Flamengo por jogadores do CBLoL não se limitou à paiN Gaming e Keyd Stars, conforme matéria publicada pelo ESPN Esports Brasil na segunda-feira (16).  Além de estar negociando jogadores da Red Canids, o Rubro-Negro sondou  personagens dos clubes KaBuM e-Sports, TShow e Big Gods buscando acordos de transferência conforme apontam informações apuradas pelo site MyCNB.

Além de Felipe "brTT" Gonçalves, Leaonardo "Robo" Souza e Hugo "Dioud" Padioleau, o Flamengo solicitou os valores do caçador Rodrigo "Tay" Panisa, da paiN Gaming, e de Gabriel "Juzinho" Nishimura e André "esA" Pavezi, da Keyd. Inclusive Thúlio "SirT" Carlos, da Big Gods, também passa pelo interesse do clube.

Em resposta ao MyCNB, Felippe Corradini, diretor executivo da Matilha, e Gabriel Fujiyama, co-fundador da TShow, confirmaram o contato do Flamengo para a negociação de "alguns jogadores", mas não citaram nomes. A Big Gods  respondeu dizendo que não foi procurado pelo Flamengo e o diretor-executivo do Keyd Stars, Caio Henrique, informou que "não comentaremos sobre este assunto". A paiN Gaming e a Keyd Stars preferiram não comentar sobre o assunto, e a assessoria de imprensa da KaBuM não respondeu o site até o momento de publicação da matéria.

Conforme apurado pelo ESPN Esports Brasil, uma denúncia sobre a tentativa de aliciamento do Flamengo foi aberta junto a Riot Games para uma investigação.

O Flamengo nega veemente e em resposta ao ESPN Esports Brasil disse que "Como clube cidadão e ético, o Clube de Regatas do Flamengo afirma que nunca aliciou qualquer atleta de League of Legends hoje pertencente a outras equipes, para a formação de seu próprio time. O Flamengo e a Cursor eSports, nossa parceira no projeto de esportes eletrônicos, têm plena consciência das regras antialiciamento aplicadas neste mercado e irão respeitá-las sempre. Qualquer pessoa que eventualmente venha a agir em nome do Flamengo dessa forma estará cometendo um ato não autorizado e fora das regras dos esportes eletrônicos".

A desenvolvedora, no entanto, não se pronunciou sobre o caso até o momento.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget