Flamengo revela planejamento no esporte eletrônico e foco em LoL

O time principal é quem representará o Rubro-Negro na competição e buscará o acesso ao CBLoL, a elite do LoL nacional.

Apresentação do Flamengo no eSports - Foto: Rafael Tartaglia‏
SPORTV: O Flamengo lançou oficialmente, nesta sexta-feira, seu setor de e-sports, marcando a entrada do clube no esporte eletrônico. O Rubro-Negro pretende montar dois times de League of Legends para participar das competições a partir do ano que vem. Para isso, o clube anunciou a criação de uma seletiva nacional para a definição dos jogadores.

A vaga no Circuito Desafiante de 2018 já está garantida. Isso porque o Flamengo comprou a vaga da Merciless Gaming naquela que é a segunda divisão do Campeonato Brasileiro de LoL. O time principal é quem representará o Rubro-Negro na competição e buscará o acesso ao CBLoL, a elite do LoL nacional.

- Queremos conquistar públicos que hoje não são Flamengo, mas podem vir a ser, principalmente por encontrarem nos jogos eletrônicos a ligação com amigos e familiares. A internacionalização da marca também é um dos pilares do projeto - disse Daniel Orlean, vice-presidente de marketing do Flamengo, através de comunicado oficial.

A Seletiva Flamengo eSports de League of Legends será aberta no próximo dia 10, às 19h (de Brasília), por inscrição no site e-scout.me/seletivafla. Os concorrentes serão divididos em dois módulos, com os jogadores entre nível 30 e Ouro, de onde sairão os integrantes do time B do Rubro-Negro, e outro com players entre os elos Platina 5 e Desafiante, cujos selecionados vão para a equipe principal. Serão cinco jogadores eleitos para cada time. Sem citar nomes, Orlean fez questão de afirmar que ciberatletas conhecidos do cenário podem vir a integrar o elenco também.

- O Flamengo é conhecido por grandes nomes e pela formação de atletas. A gente quer isso também nos e-sports. A gente vai trazer gente de peso, mas a gente quer construir uma história no esporte eletrônico e aprender junto - disse o dirigente durante a apresentação desta sexta-feira.

Os jogadores terão à sua disposição o que o Flamengo está chamando de "gaming office". Será um espaço de trabalho e de treinamento exclusivamente, com os ciberatletas livres para terem suas próprias residências. O conceito é diferente em relação ao das atuais gaming houses, em que os jogadores moram no mesmo local em que treinam. Daniel Orlean não informou onde será a gaming office, mas disse que a definição do local depende da negociação com um novo patrocinador.

Para se integrar com a comunidade de forma rápida, o Flamengo vai contar também com streamers como Sheviii, Manajj e Cabritoz, que juntos possuem mais de 700 mil seguidores nas redes sociais.

O Flamengo conseguiu em julho a aprovação dos Conselhos Fiscal e Administrativo do clube para criar o departamento de e-sports. A administração do projeto fica por conta da Cursor eSports, mesma empresa que administra o esporte eletrônico do Goiás.

Antes do lançamento oficial, o Flamengo lançou a marca nas redes sociais na última segunda-feira, incluindo perfil na Twitch, por onde o evento desta sexta-feira está sendo transmitido ao vivo. Tanto no Facebook quanto no Twitter, o perfil Flamengo eSports possui mais de dez mil seguidores.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget