Foi só o Flamengo correr

Bem... Bora comemorar sim a goleada. Tem uma galera nas redes sociais que consegue ficar triste até com vitória.

Guerrero em Flamengo x Bahia - Foto: Gilvan de Souza
BOTECO DO FLA: por Mercio Querido

Ufa...

A melhor experiência que um torcedor do Flamengo pode ter sobre esse jogo é a de quem, por qualquer motivo, não pôde acompanhar a partida (não que isso seja o ideal, muito pelo contrário). Quem não viu e ficou sabendo do resultado só depois, por mais que quem tenha assistido diga o contrário, vai ficar com essa impressão forte na cabeça: acabou a modorrência e o Fla goleou.

De qualquer forma... Aeeeeeeeeeeeee... Como dita a velha norma, Futebol É Bola na Rede. Em valores relativos a gente até pode ficar apreensivo por conta do fraco desempenho do time, sobretudo na primeira etapa. Em valores absolutos não faz a menor diferença. Goleamos, ganhamos uma posição na tabela, e diminuímos para 4 pontos a distância para o objetivo maior da temporada (fazer o que?), que de Ano Mágico passou para vamos pegar uma vaguinha na Liberta e rerecomeçar tudo.

Muitas coisas positivas podem ser tiradas desse jogo. A principal delas é claro, os três pontos na conta. Teve também (Flamém) chute de fora da área. Pelos últimos 700 jogos eu já estava achando até que tinham mudado a regra do futebol e não valia mais. Mais uma boa atuação do Diego Alves nos traz certa tranquilidade em relação ao nosso futuro na posição. Diego centrado e não fazer mimimi por conta das vaias também é ótimo. Nem preciso comentar sobre o nosso Capitão. Garra, entrega, qualidade na defesa e no ataque... E já se candidatando a “usar a 9” quando o Guerrero não puder jogar por conta de convocações ou mais uma das inúmeras suspensões por cartão.

Agora... A melhor coisa após a posição ganha na tabela foi a lição prática que os jogadores podem tirar da noite de ontem. Foi uma atuação bacana? Não. O placar reflete o que foi a partida? Não. Ainda assim o Flamengo goleou e a única coisa que precisou fazer pra isso foi algo um tanto quanto elementar: CORRER. Parece óbvio, mas também parece que a turma não estava conseguindo captar muito bem isso não com explicações teóricas.

Domingo tem um irregular São Paulo ainda na luta para se distanciar da zona da degola. Fora isso, um hábito durante todo o campeonato voltou a se repetir. Dos SEIS times na nossa frente antes da bola rolar... CINCO não conseguiram vitórias em seus jogos. Esse ano estou MUITO impressionado como os resultados sempre ajudam rodada após rodada. Pra sempre vai ficar a pulga atrás da orelha quando lembrar de 2017: “E se o Flamengo tivesse tratado com respeito o Brasileirão... Tudo seria diferente”.

Bem... Bora comemorar sim a goleada. Tem uma galera nas redes sociais que consegue ficar triste até com vitória. Ainda é cedo para comemorar uma suposta mudança de postura e disposição, pois isso não ocorreu durante a maior parte do tempo na noite dessa quinta. Porém... Com essa lição prática e intensiva os jogadores podem acordar e dar ouvidos ao Rueda, que em uma frase resumiu tudo que a gente quer do time: “Essa é a mística que o Flamengo precisa recuperar. De ser mau perdedor, de não aceitar as derrotas e buscar metas grandes”. Tomara que a diretoria tenha escutado isso também.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget