Geuvânio ainda não mostrou a que veio ao Flamengo

O futebol abaixo do esperado fez Geuvânio ficar no banco de reservas. Para piorar, o jogador ainda teve uma entorse no joelho.

Geuvânio, atacante do Flamengo - Foto: Staff Images
GLOBO ESPORTE: O atacante Geuvânio, oitavo reforço da temporada, foi anunciado pelo Flamengo no dia 21 de junho. Emprestado pelo Tianjin Quanjian, da China, o jogador, revelado nas categorias de base do Santos, chegou com pompa, brincadeira rubro-negra no Twitter e expectativa da torcida pelo o que já tinha mostrado por onde passou.

Até agora, porém, Geuvânio tem encontrato dificuldades para se firmar no Flamengo e repetir o bom futebol. Desde a contratação, o atacante disputou 13 jogos (um pela Sul-Americana, um pela Primeira Liga e 11 pelo Campeonato Brasileiro) e marcou um gol - contra o Palestino, na Ilha do Urubu. Depois de ser titular contra o São Paulo, o camisa 23 não será utilizado contra o Fluminense.

Na China desde fevereiro de 2016, Geuvânio teve problemas na readaptação ao futebol brasileiro, principalmente por questões físicas. O primeiro jogo dele pelo Rubro-Negro, por exemplo, foi no dia 13 de julho, exatamente dois meses depois do último pelo Tianjin Quanjian, disputado em 13 de maio - antes, tinha atuado em 21 de abril.

Por causa do tempo parado, o atacante demorou a retomar o ritmo. Nos primeiros jogos, por exemplo, não conseguia voltar para acompanhar o lateral e atacar com a mesma potência - uma de suas características. O futebol abaixo do esperado fez Geuvânio ficar no banco de reservas. Para piorar, o jogador ainda teve uma entorse no joelho.

Agora, já mais adaptado, o camisa 23 voltou a ser titular no último domingo, contra o São Paulo, mas como centroavante, já que Guerrero está com dores na coxa esquerda. Foi a primeira vez em que Geuvânio atuou centralizado no ataque - nos outros clubes e até no Flamengo, só tinha jogado pelos lados. Foi como ponta que despontou para o futebol e ganhou destaque.

Muito apagado e bem marcado pela zaga tricolor, o atacante foi praticamente nulo. No intervalo, o técnico Reinaldo Rueda tirou Geuvânio para colocar Paquetá, que tem atuado na posição com mais frequência, apesar de ser meia.

Depois de ser titular contra o São Paulo, o camisa 23 do Flamengo sequer foi relacionado para o jogo diante do Fluminense, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, pelas quartas de final da Sul-Americana. O técnico Reinaldo Rueda explicou a ausência e elogiou Geuvânio.

- A ideia, a premissa básica é estabilizar a equipe. Depende de características de jogo, somos visitantes amanhã, entre aspas. Buscamos outras alternativas. Geuvânio jogou 45 minutos contra o São Paulo, mas não terminou de se recuperar muito bem. Sentiu o esforço da partida - analisou o técnico Reinaldo Rueda, nesta terça-feira.

O contrato de Geuvânio com o Rubro-Negro é até o fim de 2018.



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget