Goleada do Flamengo fica em segundo plano

Não teria o menor cabimento ver Flamengo x Vasco se enfrentando na Ilha do Governador.

Torcida do Flamengo na Ilha do Urubu - Foto: Gilvan de Souza
BRUNO VOLOCH: Se faltou equilíbrio e bom senso aos dirigentes do Flamengo, sobrou coerência e responsabilidade por parte da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

O tema já tinha sido abordado e comentado aqui no blog.

Não teria o menor cabimento ver Flamengo x Vasco se enfrentando na Ilha do Governador.

A CBF, sem alternativas e baseada no relatório recebido pela Polícia Militar do estado, confirmou o clássico para o Maracanã.

Era o mínimo.

Seria uma temeridade a realização de Flamengo x Vasco na Ilha.

Triste é notar que foi preciso a intervenção da Polícia Militar para que os dirigentes desistissem dessa ideia absolutamente irresponsável.

Alívio.

A vaidade perde.

É bom deixar claro que o fato do clássico ser marcado para o Maracanã não garante rigorosamente nada. Não dá para cravar que não acontecerá nenhum incidente dentro e fora do estádio.

Jogar lá apenas significa ter possibilidade de controlar as duas torcidas, algo que efetivamente e comprovadamente não aconteceria na Ilha do Urubu.

Seria melhor poder falar dos 4 a 1 do Flamengo contra o Bahia ou dá boa e ao mesmo tempo questionável boa fase do Vasco. Mas não. Por culpa deles, dirigentes, o futebol ficou sem segundo plano. Uma pena.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget