Na experiência, Juan e Réver desbancam concorrência no Flamengo

O Flamengo passou praticamente metade das partidas sem ver a bola no fundo da própria rede: 15 jogos e oito gols sofridos.

Réver e Juan, zagueiros do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
ESPORTE INTERATIVO: Os zagueiros
Juan e Réver chegaram ao Flamengo, em 2016, quando boa parte da torcida e da imprensa já imaginavam o "último gás" das carreiras dos dois. Só que o tempo vai negando o prognóstico para os jogadores mais experientes do elenco rubro-negro no setor. Aos 38 e 32 anos, respectivamente, a dupla caiu nas graças do técnico Reinaldo Rueda e são os defensores que mais atuaram pela equipe neste Campeonato Brasileiro.

Juan, contra o Bahia, chegou a 15 partidas neste Brasileirão, enquanto Réver, que já tem mais de 50 na temporada, fez a 23ª no Nacional. Número superior, por exemplo, ao dos reforços mais balados do setor neste e no último ano, Donatti e Rhodolfo. O argentino, que já deixou a Gávea, entrou em campo 11 vezes em toda a passagem. Já o camisa 44, contratado há pouco mais de três meses, soma 13 jogos no total.

"O Réver é um grande jogador. Jogar ao lado dele tem sido um prazer, porque é sempre melhor jogar ao lado dos grandes jogadores. Nos conhecemos no Inter e era para sermos a dupla lá, mas as coisas não deram certo. Agora, estamos dando continuidade, estamos nos conhecendo nos treinos e nos jogos cada vez mais. Somos dois jogadores com senso tático bom e conseguimos ler bem as jogadas", disse Juan, com exclusividade para o Esporte Interativo.

Defesa mais segura e espaço para atacar

O Flamengo versão 2017 não é de tomar muitos gols. Em 67 jogos oficiais, o Rubro-Negro foi vazado 55 vezes. Desempenho potencializado com o novo treinador, Reinaldo Rueda. Desde que o gringo chegou, há dois meses, o Flamengo passou praticamente metade das partidas sem ver a bola no fundo da própria rede: 15 jogos e oito gols sofridos.

Coincidência ou não, foi quando Réver e Juan, juntos, conseguiram a maior sequência nesta temporada. Com um encaixe que, também, tem obrigações ofensivas. Tanto que Juan, com 31 gols no total, está perto de tomar o posto de Júnior Baiano como o terceiro maior zagueiro artilheiro da história do Flamengo. Réver não chega a tanto, mas já tem cinco gols neste Campeonato Brasileiro, ficando atrás apenas de Diego e Guerrero na lista de goleadores rubro-negros.

"A gente vem treinando muito bola parada. Isso vem definindo e resolvendo as partidas. O treinador pede que vá à área para encostar na bola, até para servir um companheiro. Fico feliz de participar, pelos gols e até mais pelos resultados", analisou Réver, depois da vitória sobre o Bahia, na última rodada do Brasileirão.



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget