"Não faz sentido jogar com Márcio Araújo e Rômulo", critica Lédio

Escalar "dois volantes com saída de bola ruim não faz sentido". E que ficou claro que com Márcio Araújo e Rômulo juntos "o time fica travado".

Márcio Araújo e Rômulo em Flamengo x Fluminense - Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images
SPORTV: Flamengo e Fluminense empataram no clássico da rodada do Campeonato Brasileiro. Se houve igualdade no placar (1 a 1), o comentarista do SporTV Lédio Carmona viu diferenças grandes entre as escalações definidas pelos treinadores Abel Braga e Reinaldo Rueda. Para o jornalista, o comandante tricolor acertou no time que mandou a campo, enquanto o técnico rubro-negro errou ao escalar Márcio Araújo e Rômulo com a dupla de volantes, deixando Willian Arão na reserva.

- O Flamengo correu atrás (do resultado) até porque o Rueda botou o time atrás no início do jogo. Com Márcio Araújo, com Rômulo. Deixou o Arão no banco. No segundo tempo, ele corrigiu, colocou o time mais à frente. Botou o Arão, o Guerrero e o time conseguiu exercer uma pressão mesmo desordenada, mesmo muito mais aérea do que com bola no chão. Acho que o Abel acertou na escalação do Fluminense, e o Rueda só consertou no segundo tempo - afirmou.

Para Lédio Carmona, escalar "dois volantes com saída de bola ruim não faz sentido". E que ficou claro que com Márcio Araújo e Rômulo juntos "o time fica travado".

- Trauco e Guerrero (na reserva) ok. Imaginava até que eles não viessem para o jogo. Agora o Arão no banco, mesmo sem estar em um momento exuberante, para jogar com dois volantes com saída de bola ruim como são Márcio Araújo e Rômulo não faz sentido. O time não funcionou, tanto que o time cresceu no segundo tempo - disse, citando a entrada de Arão no lugar de Rômulo e do peruano Trauco na vaga de Márcio Araújo.

- O Flamengo, pelo que projetou, pelo que investiu, deveria ser no mínimo G-4. Está em sétimo. É pouco. Precisa jogar mais, querer mais, ousar mais. O Rueda diz que tem um elenco grande, que precisa movimentar, testar, mas tem algumas coisas que já foram exibidas com clareza que não dão certo. Márcio Araújo ao lado do Rômulo atrofia o time, fica travado. O Arão não está vivendo um grande momento, mas o time funciona melhor com ele.

Para o comentarista, Abel acertou na escalação inicial do Fluminense no clássico, com Marcos Júnior e Sornoza como titulares.

- Era uma escalação para tentar explorar contra-ataque, com Scarpa, com Marcos Júnior pelo lado esquerdo, com Sornoza tentando distribuir os passes. Só que ele fez uma partida muito ruim. A estratégia do Abel era boa, mas o Sornoza não contribuiu com ela - disse.

Lédio criticou a defesa tricolor, classificando-a como "caótica".

- O gol é primário. Abandonam totalmente o Réver, que faz a conclusão na cara do gol. Todo mundo ficou preocupado com o Guerrero e esquecem o Réver (...) O Flamengo explorou muito o jogo aéreo. E levou vantagem. A defesa do Fluminense é caótica, é muito ruim nesse momento. Não é nem uma questão de treinamento. É uma questão de posicionamento, uma questão técnica. Os zagueiros do Fluminense erram demais - avaliou.

- O Flamengo insistiu muito no jogo aéreo. Terminou com 27 bolas levantadas na área. Acabou dando certo porque a defesa do Fluminense erra tanto, que o Flamengo na imposição conseguiu achar o gol do Réver no segundo tempo. Claro que o Flamengo teve mais a bola, pressionou mais. Tem um time melhor. É meio que obrigatório o Flamengo fazer isso. Mas, tecnicamente, fez um jogo muito abaixo - concluiu Lédio.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget