Novo técnico da Seleção acompanhará torneio com Flamengo

A primeira convocação deve sair até quinta-feira, com cerca de 24 listados. Apenas os atletas da NBA estão descartados no momento.

Foto: Getty Images
FOLHAPRESS: Aleksandar Petrovic, 59, foi confirmado nesta terça-feira (24) como o novo técnico da seleção brasileira masculina de basquete. Caberá a ele guiar a equipe nas inéditas eliminatórias para a Copa do Mundo, em 2019, na China.

Para formar e preparar a seleção, Petrovic, que fala espanhol fluentemente e vai morar em Campinas, terá menos de um mês de trabalho.

A equipe fará sua estreia pelas eliminatórias em 24 de novembro, contra o Chile, fora de casa. Depois, enfrentará a Venezuela em 27 de novembro.

A primeira convocação deve sair até quinta-feira, com cerca de 24 listados. Apenas os atletas da NBA estão descartados no momento.

Nesta semana, o croata já vai para Belo Horizonte para assistir a um torneio amistoso, com seis clubes do NBB: Flamengo, Vasco, Botafogo, Vitória, Basquete Cearense e Minas Tênis.

Petrovic trabalhou com a seleção croata até setembro, disputando o Campeonato Europeu. Foi sua terceira passagem pela equipe. Treinador há 26 anos, ele também já dirigiu a seleção da Bósnia e Herzegovina.

O salário do croata será pago pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), seguindo os moldes do acordo anterior com o argentino Rubén Magnano.

Para auxiliar Petrovic, a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) montou uma comissão técnica com auxiliares brasileiros, sob gerência do ex-jogador Renato Lamas.

Foi aproveitado o estafe que trabalhou com a seleção na Copa América deste ano. César Guidetti, do Pinheiros, técnico interino na campanha, será um dos assistentes, assim como Bruno Savignani, ex-Brasilia, e Felipe Santana, o Filé, do Palmeiras.

Com um grupo renovado, a equipe caiu na primeira fase, pelo Grupo A, em Medellín, na Colômbia, com derrotas para México e Porto Rico.

A seleção das eliminatórias será mais forte e experiente.

TRABALHO RECENTE

A Croácia de Petrovic foi eliminada nas oitavas do Europeu deste ano pela Rússia, que avançou à disputa por medalhas, perdendo o bronze para a Espanha.

Na Rio-2016, Petrovic levou a equipe às quarta de final, sendo derrotado pela arquirrival Sérvia, eventual medalhista de prata.

Na fase de grupos, a Croácia liderou a chave B. Bateu, inclusive, o Brasil pela terceira rodada, por 80 a 76, e ainda superou potências como Espanha e Lituânia.

Seu trabalho para chegar ao Rio foi de curto prazo. O veterano técnico foi contratado às pressas para a disputa de um Pré-Olímpico mundial em julho do ano passado, em Turim. Lá, eliminaram a Grécia e a seleção da casa para garantir vaga.

O fato de ter obtido bons resultados, nessas condições, com uma instável seleção croata, é um fator a ser considerado em desafiadora empreitada no Brasil.

Aleksandar "Aco" Petrovic, de 1,94 m de altura, teve longa carreira como armador, de 1979 a 1991.

Irmão mais velho do legendário ala-armador Drazen Petrovic, morto em 1993 em um acidente de carro, o ex-armador foi medalhista de bronze nas Olimpíadas de Los Angeles-1984 e nos Mundiais de 1982 e 1986 pela Iugoslávia.



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget