Orlean disse que meta de venda de Carabao era fácil de ser batida

O Vice-Presidente de Marketing do Flamengo, Daniel Orlean, garantiu que a meta “seria fácil de bater”.

Daniel Orlean e Fred Luz no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
COLUNA DO FLAMENGO: Além da situação ruim em campo, com questionamentos à posições defendidas pela diretoria, o Flamengo se vê em outro problema. O globoesporte.com divulgou que a empresa Carabao, do ramo de bebidas energéticas, tem atrasado o pagamento ao clube, pelo espaço patrocinado nas mangas do manto sagrado.

A falta de pagamento pode ser o pontapé inicial de um problema ainda maior. Quando firmou o contrato, que previa R$ 15 milhões aos cofres do clube em 2017, uma cláusula foi assinada: se até setembro de 2018 os tailandeses não batessem a meta de 37 milhões de latas vendidas, poderiam rescindir o contrato.

Na época, os números foram contestados por alguns torcedores e jornalistas. Afinal, uma empresa conseguiria, em menos de dois anos, assumir um papel de protagonismo, em um ramo com tantos concorrentes? Em entrevista ao jornalista e comentarista dos canais ESPN, Mauro Cezar Pereira, o Vice-Presidente de Marketing do Flamengo, Daniel Orlean, garantiu que a meta “seria fácil de bater”.

“Acreditamos que essas metas são bem fáceis de serem batidas porque o produto não é apenas o energético, esse é o principal. E é um mercado que hoje movimenta de 700 milhões a 800 milhões de latinhas só no energético, e há um sem número de outros produtos, algo bastante grande para absorver o que estamos almejando em 21 meses: 37 milhões e depois 40 milhões de latinhas por ano”, alegou Orlean, na ocasião.

Caso a meta não seja batida, pelo acordo assinado entre clube e empresa, a Carabao pode rescindir o contrato sem pagar nenhuma multa ao Mais Querido. Na mesma entrevista, o VP disse que a confiança de que o negocia ia dar certo vinha da “força” da Nação Rubro-Negra.

“Quando nos foi oferecida essa oportunidade, percebemos que com a ‘nação’ do nosso lado se consegue patamares incríveis. O Flamengo acaba se beneficiando também”, finalizou.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget