Para Tite, Flamengo errou com Vinicius: "Experiência é fundamental"

Mas Vinícius Junior, principal nome da categoria, ficou fora da competição. Por quê? Opção dele, imposição do Flamengo ou inabilidade da CBF?

Foto: Reprodução
SPORTV: A seleção brasileira sub-17 enfrenta a Inglaterra quarta-feira, às 9h30 – Sportv, TV Globo e Globoesporte.com transmitem ao vivo – pelas semifinais do Mundial da categoria, na Índia.

Mas Vinícius Junior, principal nome da categoria, ficou fora da competição. Por quê? Opção dele, imposição do Flamengo ou inabilidade da CBF?

Nesta segunda-feira, Galvão Bueno levantou a questão no “Bem, Amigos” e perguntou ao coordenador da Seleção, Edu Gaspar, o motivo da ausência. Primeiramente, o dirigente isentou o atleta de culpa.

- Eu liguei pessoalmente para o Vinicius e pedi para ele não se envolver no imbróglio. Caso se posicionasse pedindo a liberação ao Flamengo para jogar o Mundial não seria positivo. E do outro lado a mesma coisa. Eu disse: “Você não se mete” e pedi que ele tivesse calma.

Edu contou que houve uma negociação longa com o Flamengo. Primeiramente, ao observar que Vinícius não estava sendo utilizado com frequência, enxergou a possibilidade de convocação.

Mas no contato inicial, por telefone, ouviu um “não” do presidente Eduardo Bandeira de Mello. As conversas continuaram e houve um meio-termo. A CBF aceitou adiar a apresentação de Vinicius para depois da decisão da Copa do Brasil, dia 27 de setembro. Os demais jogadores convocados iniciaram os treinamentos 15 dias antes.

O Flamengo perdeu nos pênaltis para o Cruzeiro, Vinicius Junior não entrou em campo e o presidente rubro-negro recuou no acordo.

- O Bandeira linkou o resultado (perda do título) à liberação. Fui ao Ninho e conversei com Bandeira, Fred e Rodrigo Caetano para tentar entender. Eu não quero entrar no mérito do Flamengo. Disse que respeitava a posição, mas pedi para entenderem a nossa frustração. No fim, ficou tudo bem– explicou Edu Gaspar.

OPINIÕES DOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA

- Ele seria a estrela do mundial. Não sei se são os empresários ou os dirigentes do Flamengo que impediram que nossa estrela, em nome e pelo valor que foi vendido, estivesse lá. (GALVÃO BUENO)

- A experiência é fundamental. O atleta cresce em grandes competições com a seleção brasileira. É diferente dos clubes. Fica com a naturalidade de jogar com a seleção brasileira. (TITE)

- Absoluta certeza que não foi vontade do garoto não ir ao Mundial. Jogador quer jogar. Mas vem o que tem em volta dele e muda. Assessor, empresário... (CASAGRANDE)


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget