Renovem com o Guerrero

Ao chegar no Flamengo, Guerrero conquistou a torcida Rubro Negra por demonstrar muita raça dentro das quatro linhas.

Foto: Buda Mendes/Getty Images
FALANDO DE FLAMENGO: Por Thiago Nascimento

Adorado pelos torcedores e também muito contestado pela imprensa esportiva. Essa é a vida do atacante Paolo Guerrero. Jogador talentoso, que chamou a atenção do gigante Bayer de Munique quando ainda era um jovem promissor do Alianza Lima (clube de futebol do Peru).

Guerrero se notabiliza pela a sua entrega dentro de campo. Percebe-se que o Peruano tem uma participação muito importante no desenho tático e estratégico das equipes em que atua.

Apesar de atuar como 9, Guerrero tem como característica, atuar os 90 minutos como um pivô e também de ir buscar a bola entre a linha de zagueiros e volantes adversários. Característica essa, que o deixa ainda mais exposto perante o time adversário.

Mesmo tendo marcado mais de duzentos gols durante a sua passagem pela categoria infanto-juvenil, Guerrero nunca foi um atacante profissional com uma média de gols fora de série pelos clubes em que atuou. Talvez o seu estilo de jogo, explique o porquê desse motivo.

Ao chegar no Flamengo, Guerrero conquistou a torcida Rubro Negra por demonstrar muita raça dentro das quatro linhas. Não à toa, que ao marcar um gol em sua estreia, o artilheiro ficou conhecido por ser o ‘cara que chegou para acabar com o caô’.

E assim, a torcida Rubro Negra, que carecia de um jogador que entrasse na vibração do jogo, logo o elegeu como o xodó. Característica essa, que é marcante na torcida do Flamengo para com jogadores que possuem um espírito de luta durante os 90 minutos que estão em campo.

Obviamente que ao contratar um profissional, o empregador almeja que este faça o melhor trabalho possível. E suas respectivas metas devem ser traçadas de acordo com todo o potencial que o contratado possui. E para isto, é necessário analisar o seu currículo/histórico profissional. E caso o departamento de contratações de jogadores do Flamengo tenha avaliado minuciosamente o histórico profissional do Guerrero, é bem possível que eles tenham visualizado que ele não faz muito gols por temporada. Logo, a sua média de gols pelo clube Rubro Negro, não pode ser um fator surpreendente para o departamento de futebol do Flamengo.

Atualmente, muito se discute se o Flamengo deve renovar o contrato do Guerrero que se encerra no ano que vem. A minha opinião é que sim. O Flamengo tem que renovar o contrato do Guerrero.

E por quê você renovaria com o Guerrero? Por uma questão muito simples: Além de ser um jogador talentoso, Guerrero com certeza tem a noção exata do que é atuar pelo Flamengo. Tal jogador, é disparado o que mais se doaem campo.

Muito se fala que em 2017, Guerrero deveria marcar uma quantidade avassaladora de gols em relação ao ano de 2016. Afinal de contas, esse ano o Mais Querido tem um elenco bem mais talentoso do que o elenco do ano passado.

Entretanto, devemos levar em conta que o time do Flamengo do ano passado, surpreendeu de forma positiva os críticos esportivos e em especial, a torcida do Flamengo.

O time da temporada passada tinha como característica, jogar no contra-ataque com saídas muito rápidas com os ‘pontas’. E sssa característica deu certo durante boa parte do Campeonato Brasileiro. Não pôr acaso, o Flamengo terminou o campeonato nacional na terceira colocação.

Em 2017, apesar do elenco ser mais talentoso, o Flamengo permaneceu fiel ao seu estilo de jogo de 2016. Algo que fez com o que o time Rubro Negro fosse facilmente marcável. Seja por times talentosos, seja por times com elencos medíocres.

Esse fato é facilmente perceptível ao presenciarmos ao longo do ano, diversos treinadores e jogadores de times adversários dizendo de forma muito sensata em entrevistas que ocorreram antes, durante ou após os jogos contra o Rubro Negro, que o “time do Flamengo só tem uma jogada” ou então que “é fácil marcar o time do Flamengo”.

Será que esse ‘retrocesso tático’ é culpa exclusivamente do Guerrero?

“Ah, mas o Guerrero ganha muito.”

Porra! Em qualquer elenco do mundo, o jogador mais importante da equipe, ganha mais do que os outros. Isso sempre foi assim e sempre será.

Agora eu te pergunto: É mais caro manter o Guererro no elenco ou manter jogadores que pouco produzem para o time, como por exemplo: Muralha, Vaz, Marcio Araújo, Rômulo, Gabriel, Mancuello, Conca e Geuvânio?

E os profissionais remunerados que também trabalham sob o ‘guarda-chuva’ do departamento de futebol? Será que os seus salários mensais correspondem ao retorno que eles dão para o futebol do Flamengo e consequentemente para o clube?

“Ah mais o Guerrero toma muito cartão amarelo desnecessário”

Porra! O cara disputa a bola no minuto 90 da mesma forma que disputa no a bola no minuto 1 do jogo. Isso é sinônimo de raça!

Em um time que ninguém vibra durante o jogo, em um time que tem jogadores que não chamam a atenção de outrosjogadores quando estes estão atuando muito aquém do que a camisa do Flamengo pede, em um time que aceitacalado as provocações dos adversários e que também aceita as derrotas de forma natural e que ainda por cima saem rindo ou com ‘cara de paisagem’ de dentro do campo quando perdem, um time que tem jogadores que reclamam das vaias de protesto que a torcida rubro negra emite durante os Flamengo… o Guerrero realmente faz e muito bem o papel de chamar a responsabilidade sí.

Talvez se outros jogadores tivessem a mesma disposição e vontade de vestir a camisa do Flamengo como o Guerrero tem, talvez o peruano não ficasse tão exposto durante as partidas.

Agora, se ele ‘exagera’ no excesso de vontade, e que por isso ele acaba levando alguns cartões amarelos, o que o departamento de futebol faz para que isso não ocorra? Existe esse tipo de trabalho? E se existe, porque ele continua levando esses cartões?

É óbvio que eu também acho que o Guerrero pode e deve render mais. Porém, que por isso ele não deve permanecer Flamengo, sinceramente eu já acho um pouco demais. Mas respeito quem por ventura, pense diferente de mim.

Acho que o Guerrero subirá e muito de produção, a partir do momento que todo o time do Flamengo passe a render mais coletivamente.

Na minha opinião, um jogador que sobe ao palco durante uma premiação e diz ao vivo para o Brasil e para o mundo inteiro, que para jogar no Flamengo tem que ter culhão, que comemora um gol seu pegando a bola no fundo da rede e dando um bico na bola de tanta raiva, que batalha durante os 90 minutos e também durante os acréscimos e que ao sair de campo, sai todo arrebentado de tamanha entrega que deu para o time… esse tipo de jogador é indispensável.

Por isso que eu volto a dizer: Renovem com o Guerrero!

Aliás, não só renovem com ele, mas também tragam outros jogadores talentosos como ele e que também tenham a mesma disposição e vontade de envergar a camisa do Flamengo como ele tem.

Saudações Rubro Negras.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget