Rios de dinheiro em troca de promessas

Primeiro foi Vinícius Júnior, atacante do Flamengo vendido em maio para o Real Madrid por 45 milhões de euros (cerca de R$ 164 milhões)

Vinicius Júnior com a camisa de Flamengo e Real Madrid - Foto: Esporte Interativo
SUPER ESPORTES: Frederico Teixeira

O inflacionado mundo da bola anda cada vez mais precoce. Primeiro foi Vinícius Júnior, atacante do Flamengo vendido em maio para o Real Madrid por 45 milhões de euros (cerca de R$ 164 milhões). Agora é o Barcelona que estaria disposto a pagar a multa rescisória de 30 milhões de euros (R$ 111 milhões) para contar com Lincoln, outro rubro-negro. E os dois nem completaram 17 anos. Lincoln nem sequer estreou nos profissionais. Poderia se tratar apenas de casos isolados, mas não...

A situação se repete com vários jogadores da Seleção Brasileira que domingo encara a Alemanha nas quartas de final do Mundial Sub-17. Brenner, atacante do São Paulo, tem multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 185 mi); a de Paulinho, meia do Vasco, é de 30 milhões de euros (R$ 111 mi); as do volante gremista Victor Bobsin e do atacante Vitinho, do Corinthians, estão fixadas em R$ 74 milhões; as do meia Alanzinho e do zagueiro Vitão, ambos do Palmeiras, saem por R$ 50 milhões.

Essa supervalorização atinge até posições menos cotadas, como a do goleiro Gabriel Brazão. Visto como futuro sucessor de Fábio na camisa 1 do Cruzeiro, ele tem multa rescisória para o exterior de 45 milhões de euros (R$ 167 mi)!

É claro que os clubes contam com uma rede de olheiros para não desperdiçar tanto dinheiro dando um tiro no escuro, mas as apostas nem sempre se revelam certeiras: não são poucos os casos de jogadores que despontaram como craques nas categorias inferiores e acabaram não vingando depois.  Mesmo assim, a relação custo/benefício parece fazer valer o risco.

Bom para os empresários, que faturam alto, e para os clubes europeus, que garimpam suas joias. Ruim para o nosso futebol, que vê seus novos talentos indo embora cada vez mais cedo. Do jeito que a coisa anda, é completar 18 anos (a Fifa não permite mais a transferência internacional de menores de idade) e rumar logo para o aeroporto mais próximo.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget