Rueda rasga elogios a Guerrero: "Primeiro Flamengo, depois Seleção"

A imprensa peruana chegou a publicar que o atleta estaria se poupando para a repescagem da Copa, algo negado pelo Flamengo.

Foto: Amanda Kestelman
GLOBO ESPORTE: O técnico Reinaldo Rueda tem desfalques importantes para enfrentar o Vasco, neste sábado, no Maracanã. O principal segue sendo Paolo Guerrero, que também não atuou nos últimos dois jogos. O treinador havia dito que a presença do jogador nos próximos compromissos - antes de se apresentar em sua seleção - era improvável e, desta vez, reforçou a vontade do camisa 9 de voltar o quanto antes.

Rueda disse que é necessário realizar uma transição correta após o tratamento da lesão. Reconheceu que Guerrero vive um momento importante e histórico no âmbito de sua seleção nacional, mas que é necessário não se precipitar. Nos últimos dias, a imprensa peruana chegou a publicar que o atleta estaria se poupando para a repescagem da Copa, algo negado pelo clube e pela assessoria do jogador.

- Ele quer jogar. Quer jogar logo. Quer provar como está seu nível para chegar bem na sua seleção para os jogos decisivos de classificação. No momento, ainda não foi liberado. E, depois, vem uma fase de transição. Não podemos precipitar. Não podemos perdê-lo. Primeiro para a gente e depois para a seleção do Peru. Que é seu grande sonho, uma seleção que há 35 anos não vai para a Copa. Ele é uma referência. Para a gente, queremos ele na plenitude. Primeiro para a gente, depois para a seleção - explicou Rueda.

Rueda disse que não há mistério sobre os jogadores que irão substituir os desfalques no clássico deste sábado. Segundo ele, a ideia deve ser parecida com a que esteve em campo na quarta, diante do Fluminense. Paquetá foi o substituto de Guerrero, enquanto Rhodolfo entrou no primeiro tempo na vaga de Réver. Márcio Araújo deve substituir o Cuéllar, que cumpre suspensão.

Rueda ainda irá analisar a situação de desgaste físico de alguns jogadores nas próximas horas para avaliar a necessidade de poupar ou não de olho no confronto do meio de semana, pela Sul-Americana.

O técnico do Flamengo também falou sobre o encontro com seu antecessor, Zé Ricardo. Ele reconhece que o atual treinador do Vasco carrega um conhecimento grande de sua equipe, mas acredita que não seja uma vantagem do oponente. Rueda reforça também o conhecimento do elenco sobre a metodologia de Zé.

- São situações que acontecem. Desta vez tem o agravante ou ênfase do tempo que o professor Zé Ricado passou no Flamengo. Mas aqui também são 25, 30 jogadores que o conhecem também. É bilateral o conhecimento do que pensa, do que quer, do que gosta. Assim como ele conhece jogadores que ajudou a formar, que chegaram ao Flamengo. Creio que é nas duas direções - analisou Rueda.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget