Rueda reencontra o São Paulo depois de frustrar sonho do tetra

Rueda dirigiu o Flamengo em 16 jogos. Foram sete vitórias, sete empates e duas derrotas.

Foto: Gilvan de Souza
UOL: A 30ª rodada do Campeonato Brasileiro fará o São Paulo reencontrar um dos responsáveis por adiar o sonho do tetracampeonato da Copa Libertadores da América. No comando do Flamengo, rival deste domingo, às 17h no Pacaembu, está Reinaldo Rueda, técnico do Atlético Nacional, algoz tricolor na semifinal do torneio continental na temporada passada.

O time de Rueda era reconhecido pelo melhor futebol da competição, pelo estilo ofensivo. Para o duelo no Morumbi, no entanto, os colombianos apresentaram postura mais respeitosa ao São Paulo. Recuaram, fecharam o meio de campo, carente pela lesão de Paulo Henrique Ganso, e contaram com uma expulsão polêmica do zagueiro Maicon para se lançarem ao ataque e construírem imponentes 2 a 0.

Na volta, em Medellín, nova vitória de Rueda e mais dois gols de Borja, hoje no Palmeiras, para fazer 2 a 1. O Atlético Nacional ficaria com o título após decisão com os equatorianos do Independiente del Valle. Rueda aumentaria ainda mais o prestígio de quem já havia levado Honduras e Equador para Copas do Mundo. No São Paulo, a expectativa do tetra da Libertadores deu lugar ao desespero da briga contra o rebaixamento.

Em 2016, a ressaca pela eliminação para o Atlético Nacional deixou o Tricolor à deriva no Brasileirão até a 31ª rodada, quando uma vitória de virada sobre o Fluminense praticamente dissipou os riscos de queda. Agora, o aperto é ainda maior. Em 29 jogos, são 34 pontos, apenas dois à frente da zona de rebaixamento. Por isso, buscar uma vingança contra Rueda neste domingo garante o clube paulista mais uma rodada fora da zona da degola, como já aconteceu na 28ª e na 29ª.

"Vai ser um jogo difícil, mas estamos preparados para qualquer tipo de partida. Domingo será uma final para nós. Temos que encarar como uma final e fazer as coisas bem para conquistar um resultado positivo. Precisamos jogar muito. Estamos preparados e concentrados para tentar neutralizar o Flamengo. Vamos jogar com raça e contamos com o torcedor", projetou o zagueiro Arboleda.

No Flamengo, o técnico que acabou com o sonho do São Paulo de conquistar o tetra da Libertadores foi contratado para reestruturar o futebol. A ideia da diretoria é a de obter algo próximo do que o profissional realizou no Atlético Nacional. Reinaldo Rueda está há pouco mais de dois meses na Gávea e ainda sofre com a adaptação ao futebol brasileiro. O imediatismo e a cobrança por resultados são obstáculos com os quais o colombiano lida todos os dias.

O desempenho até agora é satisfatório, mas precisa evoluir, principalmente no que diz respeito ao elenco milionário conquistar títulos. Rueda dirigiu o Flamengo em 16 jogos. Foram sete vitórias, sete empates e duas derrotas. Com nome no mercado sul-americano, ele foi sondado para assumir o comando da seleção chilena nos últimos dias. Recuou e garantiu que cumprirá o contrato com o Rubro-negro até dezembro de 2018.

No dia a dia, Reinaldo Rueda chama a atenção pela forma como conversa separadamente com cada jogador. E, ainda que seja questionado pelas escolhas técnicas, o colombiano é exaltado pelos torcedores por conta do discurso vibrante. Ele fala com frequência em resgatar a alma do Flamengo e se mostra incomodado com a aceitação da derrota no futebol brasileiro.

"Com todo respeito aos rivais difíceis, mas o Flamengo precisa lutar para ganhar os seus pontos. É a mística que o Flamengo precisa recuperar. De ser mau perdedor, de não aceitar as derrotas e buscar grandes metas", afirmou.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget