Título Mundial de pinga do Palmeiras não será discutido pela FIFA

O pedido da Conmebol não inclui a Taça Rio de 1951, vencida pelo Palmeiras, nem outros torneios que reuniram clubes de diferentes países.

Flamengo x Liverpool no Mundial de 1981 - Foto: Divulgação
GLOBO ESPORTE: A Fifa vai discutir na semana que vem se reconhece os donos de títulos da Copa Intercontinental como campeões mundiais. Esse assunto entrou na pauta da próxima reunião do Conselho da entidade a partir de uma carta enviada pelo presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, ao presidente da Fifa, Gianni Infantino. Que diz:

– Solicito por bem apresentar ao Conselho da Fifa para consideração o tema do reconhecimento da entidade organizadora do futebol mundial aos campeões mundiais de clubes europeus e sul-americanos, durante a vigência da Copa Intercontinental de Clubes (1960-2004). Como você entenderá, para a Conmebol é importante manter no registro histórico no Mundial de Clubes, os resultados de tantos anos de disputa entre os ganhadores da Copa Libertadores e da Liga dos Campeões da Uefa.

Como se vê, o pedido da Conmebol não inclui a Taça Rio de 1951, vencida pelo Palmeiras, nem outros torneios que reuniram clubes de diferentes países. Durante o processo de organização da Copa do Mundo de 2007, a Fifa chegou a reconhecer o título do Palmeiras como Mundial, depois voltou atrás e passou a usar eufemismos como "primeiro campeão global".

Caso a Fifa decida por dar seu selo aos títulos da Intercontinental, o Brasil "ganharia" mais seis mundiais: dois do Santos (1962-1963), um do Flamengo (1981), um do Grêmio (1983) e dois do São Paulo (1992-1993). Depois que a Fifa passou a organizar seu próprio Mundial de Clubes, o Brasil venceu com o Corinthians (2000 e 2012), Internacional (2010) e São Paulo (2005).


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget