Bandeira é pressionado pelas saídas de Fred Luz e Caetano

Se por ora ainda é observador privilegiado, Lomba vai passar a tomar partido da pasta e realizar modificações graduais dentro do futebol.

GLOBO ESPORTE: Ainda há uma semifinal e talvez até uma final e um título sul-americano pela frente, mas a campanha irregular do Flamengo no Campeonato Brasileiro ferve os bastidores da Gávea às vésperas do ano eleitoral de 2018. Há corrente, que cresce a cada insucesso no clube rubro-negro, próxima ao presidente Eduardo Bandeira de Mello que cobra mudanças firmes no departamento de futebol e no comando do clube.

São pedidos pelas saídas ao fim da temporada do diretor geral Fred Luz e do diretor de futebol Rodrigo Caetano, entre outras mexidas no Rubro-Negro. Alguns vice-presidentes e parte da base de apoio de Bandeira reconhecem os dois profissionais como bons gestores, mas entendem que é preciso reformulação dentro e fora de campo.

Diretoria do Flamengo no camarote do Allianz Parque, estádio do Palmeiras - Foto: Reprodução
O novo vice-presidente de futebol Ricardo Lomba faz um meio de campo entre a base insatisfeita, que clama por cobranças e avaliações objetivas em cima de metas não cumpridas pelo carro-chefe do clube, e caminha ao lado dos profissionais do clube - Fred Luz, ex-diretor de marketing, está no clube desde o início da gestão, enquanto Caetano foi contratado em 2015 e tem contrato até o fim da gestão Bandeira.

Se por ora ainda é observador privilegiado, Lomba vai passar a tomar partido da pasta e realizar modificações graduais dentro do futebol. Pelo menos esta é a expectativa de pares e do grupo Sócios Pelo Fla (SóFla), que o apóia. Há avaliação de que é preciso trocas de ares no comando do futebol, que o tempo dos dois executivos já passou, mesmo que ainda não haja definição de quem seriam os substitutos dos diretores Luz e Caetano.

Bom lembrar que a dupla conta com a confiança e a aprovação do presidente. Em entrevista ao GloboEsporte.com, Bandeira, mesmo evitando comentar assuntos que discute internamente, deixou no ar que as mudanças passam pelos resultados do fim de ano:

"Dependendo da maneira que a gente terminar o ano isso vai se refletir também no ano que vem", disse Bandeira ao GloboEsporte.com, na tarde desta segunda-feira.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget