Bap aponta ingenuidade do Flamengo em relação com a Carabao

Para o ex-vice-presidente de Marketing do Flamengo, a marca de bebidas está tendo muito mais retorno que o Clube.

O ex-vice-Presidente de Marketing do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, em participação na “Rádio Flamengo”, falou sobre a atual relação do Clube com a Carabao. Para ele, a marca de bebidas está tendo muito mais retorno que o Fla.

- Eu trabalho com varejo de produtos e serviços a mais de 30 anos. Era óbvio que a Carabao teria as dificuldades que está tendo, ela não tinha canais de distribuição. Ela fechou acordo com o Flamengo onde ela teve muita exposição de marketing antes de colocar um centavo no Clube. Então, o Flamengo deu a Carabao a possibilidade de expor sua marca. Hoje, todo mundo conhece a marca no Brasil, mas na relação Carabao e Flamengo ela ganhou muito mais que o Flamengo até agora. Então, esse é o questionamento que eu faço.

Fred Luz e Daniel Orlean na apresentação da Carabao no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza


Bap ainda apontou certa ingenuidade por parte da diretoria, fazendo um alerta:

- Eu falei isso pro Fred Luz e pro Bruno Spindel, que são pessoas que eu tenho relação pessoal e profissional, e que inclusive eu coloquei os dois no Clube. “Olha, vocês têm que tomar cuidado com isso. Não podem deixar a Carabao lá na frente e ir embora, porque ela simplesmente disse que não conseguiu vender”. O Flamengo não tem como colocar lata nas costas e sair vendendo. Então, vai chegar uma hora que vão dizer que não conseguiram vender, que precisam de um desconto... Mas eu não consigo identificar claramente, de fora, um conflito ou um ato de má fé nisso, realmente não vejo. Agora, de no mínimo ingenuidade, eu vejo. Eu acho que o Flamengo foi ingênuo nesta situação.

O alerta de Bap é sobre uma das cláusulas do contrato entre Carabao e Flamengo. Segundo informações, a empresa teria que vender 37 milhões de latas até setembro de 2018. Caso contrário, ela poderia deixar o Clube.

Atualmente, a empresa tailandesa paga R$ 15 milhões pelas mangas, mas assumirá o patrocínio master no lugar da Caixa pela quantia de R$ 35 milhões a partir de 2018.

*Matéria de www.FlaResenha.com


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget