Bap dá receita para o Flamengo tornar Ilha do Urubu num 'alçapão'

Como exemplo a ser seguido pelo Flamengo, Bap destacou o trabalho da diretoria do São Paulo para resgatar o apoio da sua torcida.

Diante das eleições presidenciais para o Flamengo já em 2018, Luiz Eduardo Baptista foi questionado pela Rádio Flamengo sobre o que faria de diferente caso voltasse ao Clube em relação aos ingressos para a torcida. Segundo ele, o ideal no momento é praticar valores populares e tornar a Ilha do Urubu num verdadeiro alçapão.

- Independente da gente assumir ou não, ideias e conselhos eu dou de graça pra essa gestão. Quando você tem um estádio com ao Ilha, que não é um estádio de custo grande como o Maracanã e você domina todas as propriedades, você tem que maximizar a receita. Tem que encher o estádio, aquilo tem que cumprir uma função de alçapão para o Flamengo. E se não encher, nem que você pegue todo mundo que está na porta do lado de fora e coloque eles lá dentro, porque é pra fazer aquela porr* virar uma panela de pressão. É pra implodir qualquer adversário que vá jogar com a gente lá. Porque tem que ter respeito, porque naquela Ilha é o Flamengo que joga e a gente vai ganhar de qualquer jeito lá dentro. Esse era o propósito de ter uma Ilha do Urubu. Porque se você não ganhar os 3 pontos, não tiver sucesso, evidentemente que independentemente do valor do ingresso, você não vai lotar. E ainda mais no momento em que o Flamengo tem R$ 550 milhões de renda por ano. Sabe quanto é a renda de Bilheteria do Flamengo? Não vai dar R$ 37 milhões este ano. Hoje, a Bilheteria do Flamengo, sem contar Sócio-Torcedor, é ridícula. Era melhor dar ingresso de graça pra lotar aquilo lá. Era melhor colocar ingresso a R$ 10 pra encher aquilo, porque se tivéssemos ganho um ou dois jogos em casa, sem ter tropeçado, estaríamos numa posição melhor na tabela, disse.


Ilha do Urubu lotada pela torcida do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza


Como exemplo a ser seguido pelo Flamengo, Bap destacou o trabalho da diretoria do São Paulo para resgatar o apoio da sua torcida, que vem mostrando grande fidelidade ao time em partidas no Morumbi apesar do mau momento.

LEIA TAMBÉM:
Bap justifica fim do aporte da Sky ao Flamengo: "Gestão perdedora"
Eduardo Baptista critica vaidade no Flamengo e fala em 'ganhar tudo'
Bap nega ser elitista e revela papo franco com elenco do Flamengo

- Não dá pra analisar preço de ingresso de uma forma isolada. As pessoas acham que é só chegar e escolher se o ingresso vai ser R$ 10, R$ 50 ou R$ 90. É óbvio que você tem que ver o momento. Quando o Clube está bem, há condições de cobrar um pouco mais. Quando não está bem, tem que lotar o estádio. Quem faz isso dez vezes melhor que o Flamengo? O São Paulo. Ficaram 24 rodadas na zona de rebaixamento do campeonato brasileiro e agora deram uma aliviada. São Paulo é o clube de maior público no brasileiro como? Jogando várias vezes de manhã, promovendo ingresso pra família, botando ingresso muito barato... Não tenha dúvida de que a torcida do São Paulo tem um componente fundamental na recuperação do time. O Flamengo precisa entender que são várias peças ao mesmo tempo, isso é um lego, não é só preço do ingresso. O preço do ingresso é uma variável. Daqui pra frente até o término da temporada, o Flamengo deveria dizer que ingresso pra Sócio-Torcedor é R$ 5 e pros outros R$ 10. Lotou? No jogo seguinte o ingresso agora é R$ 15 e R$ 7,50. Lotou? R$ 20 e R$ 10. Lotou? R$ 25 e R$ 12,50. Não lotou? Volta pra R$ 20. É assim que você tem que fazer, porque você tem que maximizar a renda do estádio com o máximo de pressão no adversário. E isso é uma coisa óbvia, não precisa esperar um ano, esperar uma nova gestão... Pelo amor de Deus dirigentes do Flamengo, façam isso! Não precisam me dar crédito, não. E a Nação vai agradecer muito rapidamente.

*Matéria de www.FlaResenha.com


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget