Eboli aponta fracasso técnico no Flamengo: "Cenário complicado"

O comentarista lembrou que a sequência do Flamengo pela frente nas rodadas finais do Brasileirão não é nada animadora.

SPORTV: Um horizonte nada animador se aproxima do Flamengo. Derrotado neste domingo por 3 a 1 pelo Grêmio, no Sul, o time estacionou nos 47 pontos ganhos e ocupa no momento o sétimo lugar na tabela do Brasileirão. Para quem sonhava com títulos e vaga assegurada na Libertadores, passa longe. E para obter a vaga para a maior competição sul-americana, a maior esperança passa a ser ganhar a outra, a Copa Sul-Americana. O time disputará no fim deste mês as semifinais com o Junior Barranquila. Segundo o comentarista Carlos Eboli, das Rádios Globo/CBN, este é o melhor caminho para o clube salvar uma temporada que se desenha decepcionante.

Foto: Reprodução
- Neste momento o Flamengo vive um fracasso técnico. As metas não foram atingidas, passou longe dessas metas. Está lutando ainda pelo título da Copa Sul-Americana. E acho que para chegar à Libertadores, fase de grupos, é a Sul-Amerciana. Pelo Campeonato Brasileiro, a situação está muito complicada. Não só pelo que o time não vem jogando, mas pelos problemas físicos.

O comentarista lembrou que a sequência do Flamengo pela frente nas rodadas finais do Brasileirão não é nada animadora. Vai enfrentar times que estão em posição acima na tabela e outros que brigam para não cair, os dois últimos fora de casa.

- O Flamengo agora torce pelo Grêmio na Libertadores, porque se o Grêmio for campeão. na configuração da tabela o sexto colocado também entra na fase de grupos, e o sexto neste momento é o Botafogo. Mas o Flamengo tem que levar em consideração o seguinte: tem nos próximos jogos os times da parte do alto da tabela, que ele não conseguiu vencer ainda. Corinthians brigando pelo título, Palmeiras, Santos, o Cruzeiro, que está jogando solto, é um adversário muito perigoso. E dois times tentando fugir de rebaixamento, Coritiba e Vitória, ambos fora de casa.

O jornalista alertou também para o fato que, nessas partidas, a equipe não contará com sua zaga titular (Juan e Réver), além de Diego, convocado para a Seleção para os amistosos contra Japão e Inglaterra. Fora o atacante Guerrero, suspenso provisoriamente pela Fifa por 30 dias após o exame antipoding da partida entre Peru e Argentina, pelas eliminatórias, ter apontado "resultado analítico adverso" para metabólito de cocaína.

- O Flamengo não vai ter sua zaga titular (Réver e Juan) até o final do campeonato, e isso está pesando demais. A gente viu a atuação do Rhodolfo e do Rafael Vaz. Parece que os dois ontem, no intervalo de jogo, entraram no vestiário do Grêmio, conversaram com o Renato Gaúcho no intervalo, e não conversaram com o Rueda. Porque no segundo tempo só jogaram contra. E essa vai ser a dupla de zaga até o final do campeonato. E o Diego, nos próximos três jogos, vai estar na seleção brasileira. O cenário de time do Flamengo é esse pelos próximos três jogos. É um cenário bem complicado.

Na noite da próxima quarta-feira, o time treinado por Reinaldo Rueda enfrentará o Cruzeiro, na Ilha do Urubu, pela 33ª rodada do Brasileirão.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget