Eduardo Baptista detona Bandeira: "Muito ego pra pouco Flamengo"

Bap falou também que não acredita numa união em torno de um só candidato.

COLUNA DO FLAMENGO: Luiz Eduardo Baptista, ex-vice de marketing do Flamengo e oposição a atual gestão, disse em uma live para o canal Bate-Bola RN que se ele não saísse da gestão em 2015, ele iria acabar chegando às vias de fato com o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Bap falou também que não acredita numa união em torno de um só candidato.

A resposta veio após ser perguntado sobre uma possível união das oposições da atual gestão em cima de um candidato único e um só modelo de gestão.

– É muito ego pra pouco clube. Eu não acredito em candidato único. Se o clube se reunir em torno de ideias e ter um candidato único, ficarei muito surpreso (…). (…) Quando eu resolvi sair, o grande apelo de todo mundo era para que eu permanecesse em nome de uma unidade. Eu agradeço, mas não acredito em unidade quando as ideias começam a mudar, ideias divergentes. Eu não tenho compromisso com ele, tenho compromisso com o Flamengo. Eu não acredito que haja uma divergência muito grande com as pessoas que estão lá dentro, mas eu posso estar equivocado.

Foto: Gilvan de Souza
Em seguida, um dos participantes, Ricardo Leblond, volta ao tema e Bap fala das recentes saídas dos vice-presidentes do SóFla (Sócios Pelo Flamengo) e sobre Bandeira.

– Do jeito que o Eduardo vai, todo mundo vai ser oposição. O que acho engraçado, eu tenho vários amigos e pessoas queridas no SóFla, mas vamos combinar aqui. O presidente é do SóFla, seis vice-presidentes, inclusive do futebol, o presidente do Conselho Fiscal, o presidente da Assembleia Geral, vice do CoDe é SóFla, o presidente do Conselho de Administração e eles acusam a gestão de ser Eduardo Bandeira de Mello. Agora eu vejo uns caras saindo… Quando eu saí do Flamengo, quando eu achava que teria vontade de dar no Eduardo, provavelmente isso ia chegar numa situação absurda dessas de agressão física, eu achei melhor ir embora, os caras disseram que eu estava abandonando o barco. Abandonei o barco com dinheiro, com título da Copa do Brasil, campeão Carioca. Quando a gente estava lá até Márcio Araújo fez gol.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget