Flamengo busca sua sétima final em competições Sul-Americanas

Campeão continental contra o Cobreloa, em 1981, o Flamengo foi, nos anos, bi-vice da Supercopa, que reunia os campeões da Libertadores.

FAZENDO NÚMERO: Semifinalista da Copa Sul-Americana 2017, o Flamengo tenta chegar à sua 1ª final de competição oficial, na América do Sul, após 16 anos. Sua última decisão foi diante do San Lorenzo, na derradeira edição da Copa Mercosul de 2001. O 2º jogo, ocorrido já em janeiro de 2002, deu o título aos argentinos, nos pênaltis.

Campeão continental contra o Cobreloa, em 1981, o Flamengo foi, nos anos, bi-vice da Supercopa, que reunia os campeões da Libertadores. Em 1993, o campeão foi o São Paulo. Em 1995, o Independiente, que desistiu de disputar, em 1996, a Copa Ouro, que reunia todos os campeões dos torneios da Conmebol do ano anterior. O Flamengo foi convidado e acabou vencendo a disputa, em Manaus, diante do São Paulo.

Foto oficial do time do Flamengo na Copa Sul-Americana 2017 - Foto: Gilvan de Souza
Em 1999, o Flamengo conquistou a 2ª edição da Copa Mercosul, que substitui, no calendário, a Supercopa. Na final contra o Palmeiras, vitória por 4 a 3 no Maracanã e empate em 3 a 3 no Parque Antárctica.

FINAIS SUL-AMERICANAS DO FLAMENGO
Libertadores 1981 – Campeão
Supercopa 1993 – Vice
Supercopa 1995 – Vice
Copa Ouro 1996 – Campeão
Mercosul 1999 – Campeão
Mercosul 2001 – Vice

Chegar à sétima final sul-americana deixaria o Flamengo atrás, apenas, de São Paulo e Cruzeiro dentre os clubes brasileiros com mais decisões continentais.

CLUBES BRASILEIROS EM FINAIS DE TORNEIOS NA AMÉRICA DO SUL

– Torneios de apenas 2 jogos, como a Recopa, contam para nossa estatística, pois, para chegar a disputá-los, é preciso ganhar uma competição – no caso, Libertadores e Sul-Americana (antigamente, Supercopa ou, até, Conmebol).

– Também entram, na conta, torneios extintos, mas todos oficiais, como as copas Conmebol, Master, Mercosul, Ouro e Supercopa da Libertadores. As Copas Master da Conmebol e da Supercopa, de breve duração, reuniam os clubes que já haviam ganho a competição.

17 FINAIS
São Paulo – 6 Libertadores, 4 Recopas, 2 Supercopas, 2 Copas Ouro, 1 Sul-Americana, 1 Conmebol e 1 Copa Master da Conmebol

15 FINAIS
Cruzeiro – 4 Libertadores, 4 Supercopas, 3 Recopas, 2 Copas Master da Supercopa, 1 Copa Ouro e 1 Mercosul

7 FINAIS
Atlético Mineiro – 3 Conmebol, 1 Libertadores, 1 Recopa, 1 Copa Ouro e 1 Copa Master da Conmebol
Internacional – 3 Libertadores, 3 Recopas e 1 Sul-Americana
Palmeiras – 4 Libertadores e 3 Mercosul
Santos – 4 Libertadores, 1 Recopa, 1 Conmebol e 1 Supercopa Sul-Americana (1968)

6 FINAIS
Flamengo – 2 Supercopas, 2 Mercosul, 1 Libertadores e 1 Copa Ouro
Grêmio – 5 Libertadores (incluindo 2017) e 1 Recopa,

3 FINAIS
Vasco – 1 Libertadores, 1 Mercosul e 1 Sul-Americano de Clubes (oficializado pela Conmebol)

2 FINAIS
Botafogo – 1 Conmebol e 1 Recopa
Chapecoense – 1 Sul-Americana e 1 Recopa
Corinthians – 1 Libertadores e 1 Recopa
Fluminense – 1 Libertadores e 1 Sul-Americana

1 FINAL
Atlético Paranaense – 1 Libertadores
CSA – 1 Conmebol
Goiás – 1 Sul-Americana
Ponte Preta – 1 Sul-Americana


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget