Flamengo revive espírito sul-americano e busca título continental

A última vez em que o Flamengo esteve em estágio tão avançado nas competições internacionais foi em 2001.

UOL: Não era o que a torcida do Flamengo desejava no início da temporada, mas o time chegou na reta final de 2017 com a possibilidade de conquistar um título inédito: a Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira (23), o Rubro-negro disputa novamente uma semifinal continental depois de 16 anos e busca abrir vantagem contra o Junior Barranquilla-COL, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã.

A última vez em que o Flamengo esteve em estágio tão avançado nas competições internacionais foi em 2001. Na ocasião, superou o Grêmio, mas acabou com o vice-campeonato da Copa Mercosul. Na final, o San Lorenzo-ARG levou a melhor. Em 1999, o Rubro-negro venceu o Palmeiras e garantiu o título do mesmo torneio.

Paulo Whitaker REUTERS
Foram os últimos momentos de glória no continente. Depois disso, os cariocas colecionaram vexames e quedas, como para o Palestino-CHI em 2016, mas sobretudo na Copa Libertadores. Campeão mundial de 1981, o Rubro-negro perdeu espaço ultimamente no cenário internacional e vê na Sul-Americana a possibilidade de iniciar a retomada do sonhado protagonismo.

"A Sul-Americana merece respeito. É um título e com uma vaga direta na Libertadores. Você vê dificuldades diante das grandes equipes que ficaram fora. Aproveitamos para convocar os torcedores. É um momento extremamente importante para o Flamengo", afirmou o meia Diego.

Para isso, o clube de maior torcida do Brasil terá de exorcizar alguns fantasmas. A eliminação vexatória na primeira fase da Libertadores deste ano será o principal deles. Com um elenco repleto de expectativas, o Rubro-negro não venceu nem um jogo sequer fora de casa e caiu para adversários com investimentos consideravelmente inferiores.

Depois do título e do vice-campeonato da Copa Mercosul, a melhor campanha rubro-negra foi em 2010, quando o time parou nas quartas de final da Copa Libertadores. Em 2014 e 2012, o Flamengo foi eliminado ainda na primeira fase. Em 2008, perdeu por 3 a 0 para o América-MEX, no Maracanã, e caiu nas oitavas de final depois de ter vencido a primeira partida por 4 a 2. Sem dúvida, um dos maiores vexames da história do clube.

Em 2007, derrota para o Defensor-URU por 3 a 0 na partida de ida e vitória por 2 a 0 no Maracanã, com mais uma eliminação nas oitavas de final. Em 2002, outra péssima campanha e eliminação na primeira fase. São muitas as decepções para apagar. O momento está longe de ser dos mais favoráveis, porém, o Flamengo tem a chance de se recuperar. Levantar a Sul-Americana seria um afago no torcedor depois de uma temporada tão difícil.

"É vital pelas aspirações que se tem e pela meta que significa um torneio internacional. Tivemos insucesso na Libertadores e a irregularidade no Brasileiro. Está vivo esse sonho e serão jogos difíceis. Um bom resultado mudaria todo o ambiente e a confiança para terminar bem também no Brasileirão", encerrou o técnico Reinaldo Rueda.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget