Flamengo tenta dosar vontade com serenidade para salvar o ano

O meia Diego, por exemplo, que nem sempre o espírito de luta vai fazer a diferença em campo em jogos como o desta quarta-feira.

LANCE: A torcida do Flamengo já pediu raça aos jogadores neste ano. Contra o Corinthians, porém, não faltou vontade. O time se entregou, teve boa atuação, mas houve exagero quando Vizeu e Rhodolfo passaram da conta e brigaram em campo em cobranças por posicionamento. Por isso, é bom dosar a energia.

O meia Diego, por exemplo, que nem sempre o espírito de luta vai fazer a diferença em campo em jogos como o desta quarta-feira. Ele falou sobre a postura do time e não sobre a confusão entre seus companheiros, que é considerado um episódio superado no elenco.

Foto: Gilvan de Souza
- É um conjunto, em alguns momentos tivemos muita vontade e pouca serenidade, a equipe tem que encontrar um equilíbrio, como encontrou no último jogo. Neste último jogo tivemos uma vontade enorme. Quando estamos com a bola, é preciso ter uma decisão serena, para colocar para fora a qualidade que nós temos. Não é só ficar correndo para todo o lado, a equipe tem que encontrar este equilíbrio. Encontrando, vamos render o nosso melhor - analisou.

Antes do jogo contra o Corinthians, o técnico Reinaldo Rueda disse algumas vezes que o Flamengo precisava "guerrear" mais em jogos como os da Sul-Americana. Nesta quarta-feira, o time tem a oportunidade de dar um passo a mais em busca do título inédito.

Como mandante neste ano, o time carioca venceu os quatro jogos que disputou contra estrangeiros (três pela Libertadores e um pela Sul-Americana). Basta manter o bom rendimento para sair na frente na disputa.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget