Flamengo treina pênaltis, mas aproveitamento preocupa Rueda

Cerca de 20 atletas se alternam na marca da cal ao fim das atividades e batem até três vezes cada um para Diego Alves, Muralha e César.

GLOBO ESPORTE: Em meio a 74 jogos na temporada, o Flamengo se impõe uma rotina para não deixar nenhum detalhe de fora antes de duelos decisivos contra o Junior Barranquilla-COL. A duas semanas do confronto, o grupo rubro-negro vem praticando cobranças de pênalti ao menos duas vezes por semana com o técnico Reinaldo Rueda.

Cerca de 20 atletas se alternam na marca da cal ao fim das atividades e batem até três vezes cada um para Diego Alves, Muralha e César - Thiago ainda treina separado do restante do grupo por causa da lesão no punho. Ao todo, executam cerca de 120 penalidades máximas por semana.


Muralha, goleiro do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza


O aproveitamento do Flamengo na temporada é apenas razoável (confira a lista completa mais abaixo). De 25 cobranças, o time errou oito - o que representa o desperdício de 32% dos pênaltis no ano - seja durante o jogo ou em disputa de pênaltis.

Na temporada, Fluminense (4 x 2), Paraná (5 x 4) e Cruzeiro (5 x 3) venceram o Flamengo na decisão por pênaltis. Perderam no Rubro-Negro Réver e Rafael Vaz, contra o Flu na Taça Guanabara, Lucas Paquetá e Vinicius Júnior, diante dos paranaenses pela Primeira Liga, e Diego, na final da Copa do Brasil no Mineirão.

Na Libertadores, Guerrero desperdiçou uma cobrança contra o San Lorenzo, na estreia da competição - mas não fez falta já que o Flamengo goleou por 4 a 0. No primeiro turno, contra o Palmeiras, adversário deste domingo, na Arena, Diego perdeu a cobrança no fim da partida. Éverton Ribeiro também errou a cobrança diante da Chapecoense, fora de casa.

Rueda chegou ao Flamengo na véspera do clássico contra o Botafogo, na semifinal da Copa do Brasil. De cara, passou a repetir cobranças de penalidades máximas ao fim das atividades. Depois de passar pelo Alvinegro, o grupo seguiu treinando o fundamento.

Em caso de igualdades contra o Junior Barranquilla, a expectativa, além de equipe melhor treinada para este fundamento, é de contar com a categoria de Diego Alves, um dos principais goleiros para defender pênaltis - no Fla, defendeu uma cobrança, contra a Ponte Preta.

A duas semanas do primeiro jogo do confronto com o Junior Barranquilla, considerado por muitos na Gávea o time mais forte entre os quatro que disputam o título da Sul-Americana, o treino de penalidades se intensifica.

Os preferidos de Rueda para cobrança de penalidades são Diego e Éverton Ribeiro. O atacante Guerrero era outro bem cotado pelo técnico, mas está afastado preventivamente do futebol.

Juan volta contra o Palmeiras; as informações sobre o confronto de domingo

Depois de uma semana de recuperação, fisioterapia e trabalhos na academia, o zagueiro Juan voltou a treinar no campo, ainda sem o restante do grupo, na segunda-feira. Para quarta-feira passada, Rueda e a comissão técnica consideravam prematuro colocá-lo. Ele volta contra o Palmeiras, às 17h (de Brasília), neste domingo, em São Paulo.

O duelo contra os paulistas se torna primordial para as pretensões do Flamengo de subir na tabela do Brasileiro. A quatro pontos do Alviverde paulista, o Flamengo precisa da vitória para encostar de vez na disputa pelo G-4, que garante a classificação direta para a fase de grupos da Libertadores da América.

O provável time do Flamengo é: Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Juan e Renê; Cuéllar, Willian Arão e Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro, Everton e Felipe Vizeu.

DISPUTAS DE PÊNALTIS

- Flamengo 3 x 3 Fluminense (2 x 4) - 05/03/2017 - Taça Guanabara

Convertidos: Diego, Guerrero
Perdidos: Rafael Vaz, Réver

- Flamengo 1 x 1 Paraná (4 x 5) - 30/08/2017 - Primeira Liga

Convertidos: Rafael Vaz, Gabriel, Conca, Éverton Ribeiro
Perdidos: Vinicius Júnior, Lucas Paquetá

- Flamengo 1 x 1 Cruzeiro (3 x 5) - 27/09/2017 - Copa do Brasil

Convertidos: Guerrero, Juan, Trauco
Perdido: Diego

PÊNALTIS EM 2017 (SEM CONTAR DISPUTAS DE PÊNALTI)

Pênaltis convertidos: 8

- Diego (contra o Macaé)
- Guerrero (contra o Nova Iguaçu)
- Diego (contra o Vasco)
- Guerrero (contra o Botafogo)
- Éverton Ribeiro (contra o Palestino)
- Éverton Ribeiro (contra o Coritiba)
- Éverton Ribeiro (contra o Paraná)
- Diego (contra o Bahia)

Pênaltis perdidos: 3

- Guerrero (contra o San Lorenzo)
- Diego (contra o Palmeiras)
- Éverton Ribeiro (contra a Chapecoense)


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget