Luan se coloca à disposição para enfrentar o Flamengo

Para finalizar, Luan mencionou que está à disposição para jogar no domingo contra o Flamengo.

 Foto: Lucas Uebel
VAVEL: Após meses de negociação, Luan renovou com o Grêmio. O anúncio foi feita na quarta-feira (01), antes da partida contra o Barcelona de Guayaquil. Hoje após o treinamento da equipe, o camisa 7 do tricolor concedeu entrevista coletiva para falar da renovação.

Após assinar contrato com o Tricolor, o atleta diz não saber seu futuro na equipe no próximo ano: “Isso não tem como saber agora, acho nem eu nem a direção. Estamos com a cabeça nos jogos que faltam e isso é coisa pra depois.”

Na quarta-feira o Grêmio também garantiu vaga na final da Libertadores. Quando perguntado sobre a competição o atacante revelou ansiedade, mas prefere manter o foco no Campeonato Brasileiro enquanto não chega o dia da decisão.

“Falta um tempo ainda pro primeiro jogo e a gente fica ansioso. Só que temos cinco rodadas do Brasileiro e a gente vai encarar como a Libertadores também, precisamos vencer e se manter no topo da tabela."

Durante a janela de transferência no meio do ano surgiram muitas especulações quanto à venda de Luan, porém sua permanência no Tricolor era de extrema importância. Se permanecesse sem renovar contrato ele poderia sair no próximo ano sem que o clube tivesse lucros, mas o atacante afirmou que isso não aconteceria. Na entrevista ele justificou o porquê.

“Sempre deixei claro que iria renovar, porque minha intenção não é sair de graça. Pelo que o Grêmio me proporcionou, de realizar meu sonho, de jogar grandes campeonatos e conquistar títulos. Sou muito grato por isso, então nada mais justo que dar esse retorno. Faz tempo que vínhamos conversando, faltava só acertar detalhes.”

Quando perguntado sobre uma possível oportunidade de ser craque da Libertadores e convocado para a Seleção na Copa do Mundo ele respondeu: “Todos esperam ser lembrados e ter uma oportunidade. Tenho uma cabeça boa, procuro sempre ajudar o Grêmio e a gente conquistando o titulo vai ser um grande passo pelas partidas que fiz.”

Luan falou também sobre sua participação na negociação: “Eu só falava com meu empresário e com a direção, pra não dar repercussão ao assunto, que pra mim era chato e eu só queria focar em jogar. Sempre deixei claro minhas condições, e claro, ele é meu empresário, tem que brigar por mim. Eu sempre tentei ajudar ele, e ele intermediou. A decisão foi minha, o Grêmio aceitou e deu tudo certo.” Ele ressaltou ainda a importância de ter seu trabalho reconhecido: “Pelo que fiz pelo Grêmio, já fui eleito melhor jogador, já fui goleador e esse reconhecimento para mim é muito importante.”

Quando perguntado sobre seu momento na carreira e se considerava que era o melhor atleta no Brasil, a resposta foi: “Acho que eu to num dos melhores momentos na minha carreira, e acho que isso é decorrente do que nossa equipe vem fazendo, então com isso acabei amadurecendo e crescendo. Vocês que dizem isso, o Renato disse que sou o melhor do Brasil, mas procuro sempre ajudar a equipe e dar meu melhor em campo.”

O camisa 7 explicou também o que ajudou na sua formação e amadurecimento na equipe gremista: Acho que é difícil um clube grande como o Grêmio ficar desde a conquista da Copa do Brasil até o momento sem turbulência. Sempre chegamos bem nas competições, estando na ponta da tabela no Brasileiro, na semifinal da Copa do Brasil e na final da Libertadores, isso é um mérito da equipe e da comissão técnica. No decorrer dos anos tivemos momentos de turbulência e amadureci bastante. Conseguimos dar continuidade ao trabalho e sempre manter um bom nível.”

Ele foi questionado ainda sobre as semelhanças com Renato Portaluppi, que foi o camisa 7 nas conquistas do Tricolor em 1983. “A responsabilidade de vestir a camisa 7, independente do jogador que vestir ela sempre vai ter um peso pelo o que ele fez. Acho que a semelhança é a timidez na frente das câmeras, mas por trás não tem essa timidez toda. Fico feliz de ele falar isso e reconhecer minha importância na equipe. Isso me da bastante confiança pra poder fazer meu melhor”, respondeu Luan sobre o assunto.

Sobre a declaração do técnico do Lanús, que disse que seria fácil jogar contra o Grêmio, o atacante gremista disse que a equipe prefere deixar de lado: “A gente nem entrou nesse assunto no vestiário, deixa que eles falem, deixa pra eles essas coisas fora de campo. Em  campo é 11 contra 11, então vai se decidir nos dois jogos. Nós vamos entrar bem focados, preparados pra fazer um grande partida.”

Para finalizar, Luan mencionou que está à disposição para jogar no domingo contra o Flamengo

“Por mim não seria preservado nunca, quero estar sempre jogando. Domingo estou a disposição, só vai depender do Renato.”


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget