Não ao futebol moderno

MAURO CEZAR PEREIRA: Rubro-negros e depois palmeirenses lotando aeroportos para se despedir dos jogadores. Vascaínos torcendo da rua com os portões de São Januário fechados. São-paulinos e agora corintianos enchendo seus estádios para apoiar seus times em vésperas de jogos importantes.

Foto: Divulgação
A elitização e as restrições à festa nas arquibancadas geram reações populares que marqueteiros e elitistas se recusam a enxergar. A tal demanda reprimida. Paixão por um clube e afastamento forçado pelo bolso com a elitização, ingressos caros e estádios com lugares sobrando na massacrante maioria dos jogos.

Eles fazem de tudo para que o torcedor sem tanta grana na carteira e que não dispõe de um cartão prateado esqueçam o futebol. Há até cartola-político que diz não ser algo para pobre. Mas o amor do povo pelos seus clubes ainda é mais forte. E se um dia os elitistas e Zé Planilhas conseguirem sufocar esse sentimento, se arrependerão, sentirão falta, ou deixarão os clubes na mão, sem seu povo, sem alma.

Parabéns aos mais de 32 mil corintianos que foram a Itaquera nesta manhã de sábado. Vocês mostraram que cartolas e burocratas envolvidos com futebol não acabarão com o amor pelo clube com uma canetada. #naoaofutebolmoderno

Torcedores de São Paulo e Corinthians enchendo seus estádios para apoiar seus times em vésperas de jogos importantes.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget