Nova lesão pode acabar com sonho de Diego disputar uma Copa

Tite gosta muito do camisa 10 do Flamengo. Vê nele uma capacidade rara em seu grupo, a de mudar uma partida quando vem do banco de reservas.

GLOBO ESPORTE: Entre os 25 convocados para os amistosos contra Japão e Inglaterra, os xarás de nome Diego estão entre os que mais precisam impressionar para avançarem casas na disputa pelas últimas vagas do grupo que disputará a Copa do Mundo a partir de junho do ano que vem.

Últimos a se apresentarem, o meia do Flamengo e o atacante do Sport chegam para o treino desta terça-feira e estão loucos para terem minutos em campo nessas partidas.

Diego Ribas e Thiago Silva na Seleção Brasileira - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

DIEGO
Tite gosta muito do camisa 10 do Flamengo. Vê nele uma capacidade rara em seu grupo, a de mudar uma partida quando vem do banco de reservas. Na Seleção, Diego atua de maneira diferente do que faz em sua equipe: sua função é semelhante à de Renato Augusto, um articulador que inicia as jogadas mais recuado em relação à posição que ocupa no Flamengo, mais centralizado e adiantado. Tite não gosta que ele receba muitas bolas de costas para o gol adversário.

Só que toda essa admiração não é suficiente para Diego se garantir na Copa do Mundo. Lesões o tiraram das últimas convocações, para os amistosos diante de Argentina e Austrália, e as rodadas finais das eliminatórias.

O meia tem apenas 48 minutos em campo sob comando de Tite na Seleção, e num jogo de avaliação bastante relativa: o empate de 1 a 1 no amistoso contra a Colômbia, em que só atletas de clubes brasileiros participaram. Menos que ele, em tempo, só atuaram Cássio e Danilo, que não jogaram, e Jemerson, entre os atuais convocados.

A lesão na coxa de Philippe Coutinho abre mais uma brecha para sua possível utilização no amistoso de sexta-feira, diante do Japão, embora Tite goste mesmo de vê-lo na função de Renato Augusto, que, provavelmente, será desempenhada por Fernandinho em grande parte do jogo. De qualquer forma, é um concorrente a menos para entrar ao longo da partida.

DIEGO SOUZA
É outro que desempenha, na Seleção, função diferente à do clube. No Sport ele é meia, joga ao lado do centroavante André. No Brasil, entretanto, é quem mais se aproxima do clássico camisa 9, grandalhão, de bom porte físico e força na disputa com os zagueiros adversários.

Diego Souza foi um dos "a mais" na lista de Tite. Em vez dos tradicionais 23 convocados, o técnico chamou 25 para os últimos amistosos do ano. Ele tem no grupo dois reservas para Neymar (Taison e Douglas Costa) e dois para Gabriel Jesus (Firmino e Diego Souza).

No momento, Taison e Firmino estão em vantagem, mas só o fato de abrir o leque num momento tão próximo da definição da lista da Copa, mostra que Tite ainda não fechou o setor.

O Brasil enfrentará o Japão às 10h (horário de Brasília), no estádio Pierre Mauroy, na cidade de Lille. A partida terá transmissão ao vivo da TV Globo, do SporTV e do GloboEsporte.com, que também vai acompanhar em Tempo Real.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget