Nova Zelândia diz que Guerrero poderia jogar na Premier League

O técnico neozelandês, Anthony Hudson, apontou que enxerga uma dependência do time de Ricardo Gareca ao jogador do Flamengo.

GLOBO ESPORTE: Enquanto o Peru lamenta o drama vivido por Guerrero às vésperas da repescagem mundial para a Copa do Mundo de 2018, a Nova Zelândia, adversária na busca pela vaga, procura estudar como a ausência do atacante pode impactar nos duelos decisivos. O técnico neozelandês, Anthony Hudson, apontou que enxerga uma dependência do time de Ricardo Gareca ao jogador do Flamengo, que foi suspenso por 30 dias após ter um resultado analítico adverso no exame antidoping do duelo contra a Argentina, no dia 5 de outubro.

- É algo que estamos analisando sobre o rival. Tudo o que fazem parece girar ao redor dele - analisou em entrevista à "RadioLive".

Foto: Divulgação
Hudson divulgou no último sábado a lista de convocados para os confrontos contra a seleção peruana, que serão realizados nas madrugadas dos dias 11, em Wellington, e 16, em Lima. Em busca de uma vaga na Copa do Mundo, o comandante da Nova Zelândia fez elogios a Guerrero, capitão do Peru.

- É um grande jogador. Se estivesse na Premier League, seria um jogador top, pois tem todos os atributos. Ele é muito parecido com Diego Costa. em um bom físico, é hábil com os pés e tem visão para o gol.

O comandante do time da Oceania, entretanto, ainda não dá como certa a ausência de Guerrero nas duas partidas e apontou que está evitando focar neste fator. Inclusive, citou que o Peru pode ter uma motivação extra para buscar a vaga no Mundial diante do drama vivido pelo jogador.

- Estamos focados em nós mesmos. Ele pode vir, pode não vir. Há um recurso, e tudo está fora de nosso controle. Isso não muda nada para mim e para meus jogadores. Isto pode fazer crescer o time deles em termos psicológicos ou pode afetá-los. Mas isto não é relevante para nós - comentou.

Os convocados da Nova Zelândia para os duelos contra o Peru:

- Goleiros: Stefan Marinovic (Vancouver Whitecaps - Canadá/MLS), Glen Moss (Newcastle United Jets - Austrália) e Max Crocombe (Salford City - Inglaterra);
- Defensores: Storm Roux (Central Coast Mariners - Austrália), Kip Colvey (San Jose Earthquakes - EUA), Deklan Wynne (Vancouver Whitecaps - Canadá/MLS), Dane Ingham (Brisbane Roar - Austrália), Winston Reid (West Ham), Michael Boxall (Minnesota United - EUA), Themi Tzimopoulos (Giannina - Grécia) e Andrew Durante (Wellington Phoenix - Nova Zelândia);
- Meio-campistas: Clayton Lewis (Scunthorpe United - Inglaterra), Michael McGlinchey (Wellington Phoenix - Nova Zelândia), Ryan Thomas (PEC Zwolle - Holanda), Marco Rojas (Heerenveen - Holanda) e Bill Tuiloma (Portland Timbers - EUA);
- Atacantes: Monty Patterson (Ipswich Town - Inglaterra), Jeremy Brockie (SuperSport United -África do Sul), Rory Fallon (Dorchester Town - Inglaterra), Shane Smeltz (Pusamania Borneo - Indonésia), Chris Wood (Burnley) e Kosta Barbarouse (Melbourne Victory - Austrália).



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget