O Flamengo joga por nossa Nação

O ser Flamengo se une, canta, torce, empurra, incentiva e cala o adversário no grito, no pulmão.

Por quem o Flamengo joga? Pela vitória? Pela família? Pelos “três pontos”?

Não. O Flamengo, não.

Times de futebol fazem isso. O Flamengo joga por um sentimento coletivo e, ao mesmo tempo individual. Joga por quem carrega o vermelho e o preto no corpo. Cores que passam pela pele, invadem as células e dominam o cérebro. Joga por quem ama o Flamengo. E não há nada que importe mais do que fazer feliz o dono desse amor.

Foto: Divulgação
Quando entra em campo, o Flamengo representa um país. Representa uma força que move todos os obstáculos que surgem na frente. O ser humano que tem sangue em duas cores, sangue único e puro, que sai rubro do coração, percorre as artérias do corpo inteiro dando a vida ao cidadão, e volta negro, limpo, forte, pelas veias, irradiando o sentimento único de ver o Flamengo em campo e de gritar o nome de sua maior paixão.

Quando cada rubro-negro adentra o estádio, o Flamengo fica mais forte. O ser Flamengo se une, canta, torce, empurra, incentiva e cala o adversário no grito, no pulmão. É tanto barulho que se cria uma espécie de transe em quem está com os pés na grama. Não há como não sentir a energia entrando pelos poros, tomando a mente. Não há como não reagir. Mesmo parecendo tão pequenos diante de uma imensidão de torcedores, os jogadores ficam gigantes, ganham poderes, sentem que nada pode impedir o objetivo maior: fazer o Flamengo vencer.

Cada um dos 40 milhões que possuem o vermelho e o preto no coração está no estádio, mesmo quem não está de corpo presente. O grito se ouve de qualquer lugar do mundo. No meio do rio Amazonas, no alto do Everest, no deserto australiano, quando o Flamengo joga, há um membro da Nação procurando saber o resultado. Não adianta explicar. Quando o Flamengo entra em campo, tudo se transforma. É como se o mundo parasse de existir em volta da torcida, que está ali somente por um motivo, de respirar o Flamengo.

Juntos, a Nação e o time são mais fortes. O Flamengo chama, a Nação atende. E no Maracanã, o salão de festas rubro-negro, mais uma vez serão 40 milhões de corações ao lado do time. Com esse exército às suas costas, o time vestirá o Manto Sagrado, primeiro e único, para buscar mais uma vitória, pela torcida, pela camisa, por cada rubro-negro que existe no mundo. Por Nossa Nação.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget