Torquato alerta para segurança: "Assistia jogo do Flamengo sem medo"

O ANTAGONISTA: Na cerimônia de lançamento do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Rio de Janeiro, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, foi a autoridade que fez o discurso mais curto: menos de dois minutos.

Foto: Divulgação
Depois de associar a cúpula da segunda pública do Rio ao crime organizado e levar um pito de Michel Temer, presente ao evento, parece que ele resolveu obedecer à ‘greve de silêncio’.

Foi bastante conciso. Disse apenas que é carioca, criado em Botafogo, apesar de torcer pelo Flamengo.

“No tempo da minha infância, eu ia visitar meus padrinhos na Tijuca, de lotação, sem susto. Eu ia assistir o Flamengo jogar sem medo. Andava de bonde porque não havia bala perdida. Levava a minha avó na igreja de Nossa Senhora da Pena. É esse o Rio de Janeiro que nós queremos para todos vocês que são mais jovens.”

Ele encerrou:

“Meu compromisso com a segurança pública é pessoal, e não abro mão desse compromisso.”

Foi bastante conciso. Disse apenas que é carioca, criado em Botafogo, apesar de torcer pelo Flamengo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget