1980: O início do Sonho Rubro-Negro

FALANDO DE FLAMENGO: Por Thiago Nascimento

Após a conquista épica do tri campeonato Estadual de futebol, o Flamengo começou o ano de 1980 bem entusiasmado. Afinal de contas, o time que foi base dessa conquista, finalmente tinha superado a desconfiança da torcida, imprensa em geral e da própria diretoria.

Depois de alguns anos de frustrações após a criação do Campeonato Brasileiro, o Flamengo enfim, almejava vôos maiores. Era necessário se consolidar como um time de conquistas nacionais. Embora o clube já possuísse uma gigantesca torcida espalhada por todo território Brasileiro, o Flamengo necessitava de conquistas expressivas a nível nacional.

Foto: Divulgação
Até então, boa parte da Imprensa apelidara o Flamengo como clube de conquistas regionais. E isso, obviamente incomodava e muito a sua imensa torcida.

Diferentemente de hoje, nas décadas de 70 e 80, era extremamente difícil acompanhar as partidas de futebol. Nessa época não existia a internet, o PPV e a tv por assinatura. Então a Nação Rubro Negra que morava fora do Rio de Janeiro, tinha que se esforçar e muito para acompanhar o dia a dia do clube Rubro Negro.

Na maioria das vezes, a torcida precisava comprar o jornal do dia seguinte para ficar a par dos acontecimentos do clube e também,  sobre as notícias que da manhã ou da tarde do dia anterior! Ou então, quem possuia uma TV analógica (sem imagem chuviscada) conseguia acompanhar algumas entrevistas bem descontraídas dos jogadores e da comissão técnica em alguns programas  esportivos da época.

Afinal de contas, esses personagens eram bem mais “acessíveis” a imprensa do que eles são no dias de hoje.

Antigamente não existia a blindagem que os clubes de futebol da atualidade geralmente impoem aos seus atletas e gestores(???) nos dias de hoje.

Já no dia dos jogos, a forma de acompanhar o Mais Querido, era através do famoso radinho de pilha ou através dos VTs após aos jogos.

Muitos historiadores esportivos atribuem ao crescimento exponencial da torcida do Flamengo, justamente por muitas rádios transmitirem os jogos dos times do Rio de Janeiro, para outros Estados.

E foi através do rádio que essa massa brasileira e Rubro Negra acompanhou e vibrou com o êxito do Flamengo durante aquela edição do Campeonato Brasileiro.

Um campeonato que se iniciou com 44 participantes e se extendeu durante todo o primeiro semestre daquele ano.

Totalizando cinco fases durante toda a competição, o Brasileirão daquela edição brindou os amantes do futebol com uma finalíssima entre Flamengo e Atlético Mineiro. Final essa, que seria disputada em duas partidas. Ao melhor estilo ida-e-volta (ou mata-mata como as pessoas costumam chamar).

Sabendo da dificuldade que teria na segunda partida no Maracanã, o Atlético entrou em campo disposto a conseguir uma bela vitória, para que na segunda partida pudesse apenas administrar o resultado, e empurrar toda a pressão para o time do Flamengo, que teria que jogar no desespero e partir para o tudo ou nada diante de sua torcida.

E assim foi feito. Em um jogo pegadíssimo dentro de campo, o Atlético conseguiu uma importante vitória no jogo de ida. Venceu o Flamengo por 1 a 0, e jogou toda a responsabilidade para o time do Flamengo no jogo da volta.
Em um estádio completamente lotado, o Flamengo entrou em campo desfalcado de Rondinelli. Pois o incansável zagueiro, havia levado um chute na boca no jogo de ida, e com isso ficou impossibilitado de entrar em campo na segunda partida.

Em um estádio completamente lotado, o Flamengo entrou em campo desfalcado de Rondinelli. Pois o raçudo levou levou um chute na boca no jogo de ida, com isso ficou impossibilitado de entrar em campo naquele jogo.

Os 154.355 amantes do futebol viram o Flamengo abrir o placar com o gol de Nunes. A festa Rubro Negra começava a tomar forma em todo o Brasil.

Mas o Atlético era um time talentoso. E através do seu conjunto, conseguiu o empate.

Porém, aos 44 do primeiro tempo, Zico desempatou. E com isso, a volta para o segundo tempo seria um pouco mais tranquila.

Aos 66, uma ducha de água fria em toda a Nação Rubro Negra: o Atlético empatara o jogo. E com isso, o Flamengo precisariam de ao menos um gol de vantagem para conseguir o tão sonhado título nacional.

Daí em diante foi só desespero. O time tentava, tentava, tentava… e nada do gol sair. O grito de campeão parecia entalado na garganta.

Mas a torcida não desistiu do time. Ninguém queria ir embora do Maraca. Todos pareciam esperar pelo o auge da noite.

E aos 82 minutos, eis que o momento mágico acontece.

Em uma jogada de ataque que aparentemente não resultaria em uma jogada perigosa, Nunes desceu pelo lado esquerdo do ataque Rubro Negro. Ao pegar a bola, tenta um cruzamento para o centro da área. Porém a bola bate no jogador do Atlético e volta para ele.

Como todo atacante tem um faro de gol nato, Nunes surpreende a todos e corre para a linha de fundo em diagonal.

E com um chute cruzado e improvável, Nunes conseguiu o que parecia impossível como desfecho daquela jogada: colocar a bola no fundo da rede.

O Flamengo faz 3×2. O Maraca vai à loucura!! O Brasil parecia despertar para presenciar um fato histórico. Finalmente, a Maior Torcida do Brasil poderia comemorar o seu primeiro título de campeão Brasileiro.

Após a conquista desse título, o Flamengo ganharia muitos outros Campeonatos Brasileiros. Porém, esses serão temas dos próximos textos que eu dissertarei em breve, aqui no Falando de Flamengo.

Enquanto os próximos textos não chegam, assistam aos melhores momentos dessa partida histórica clicando aqui.

Até a próxima!

Saudações Rubro-Negras!

E foi através do rádio que essa massa brasileira e Rubro Negra acompanhou e vibrou com o êxito do Flamengo durante aquela edição do Campeonato Brasileiro.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget