À pedido de Rueda, Coach acompanha temporada do Flamengo

Caicedo apenas acompanhou a delegação, mas não teve participação na rotina da equipe, nem conversa com jogadores.

GLOBO ESPORTE: "O ser humano não é só corpo e filosofia. Tem outros componentes pouco tratados e em alguns casos omitidos e desconhecidos na preparação esportiva ou no âmbito empresarial".

As palavras são de uma figura ainda completamente desconhecida do torcedor do Flamengo. E ainda pouco ativa no dia a dia do clube da Gávea. Mas o fato é que, discretamente, um corpo estranho apareceu nos últimos dias na rotina da delegação rubro-negra. O nome dele é Orlando Caicedo. Ele é coach, colombiano, tem 60 anos e é um velho conhecido de Reinaldo Rueda.

Foto: Reprodução
O treinador chamou o amigo, com quem trabalhou no Atlético Nacional, na seleção do Equador, de Honduras e em outros 10 anos de parceria, para acompanhar a reta final do Flamengo em 2017. Realmente um ano de muitas histórias e muitas emoções no Rubro-Negro.

Nos bastidores, a reportagem ouviu que Caicedo apenas acompanhou a delegação, mas não teve participação na rotina da equipe, nem conversa com jogadores e ainda não tem qualquer perspectiva de ficar no clube para 2018.

O Flamengo tem um departamento de psicologia, chefiado por Fernando Gonçalves, que não costuma acompanhar o time em muitas viagens. A chegada de Caicedo, que andou sem uniforme e não tem qualquer vínculo com o clube, não caiu muito bem dentro do departamento de Gonçalves.

Caicedo é odontólogo, com especialização em neurolinguística e ciência do pensamento. Em entrevistas recentes, a serviço do Atlético Nacional e da seleção do Equador, o coach descrevia seu trabalho como ferramenta para "potencializar as qualidades, a força e as oportunidades dos atletas, para corrigir o pensamento negativo de maneira gradual".

O coach - que lançou livro com título "Comunicação - Fundamento do êxito esportivo" - iniciou sua carreira trabalhando em campeonatos de xadrez, basquete e outros esportes. Ele conheceu Rueda através de um amigo em comum, um neurologista. Entre os êxitos destacados em seu site oficial - que tem foto dele abraçado a Berrío, hoje no Flamengo, como destaque - estão a liderança do Nacional no ranking de clubes em 2016, a Libertadores de 2016, a Recopa Sul-Americana de 2017, outros títulos na Colômbia e as classificações de Honduras e Equador para os mundiais de 2010 e 2014, respectivamente.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget