A trajetória de César no gol do Flamengo

VAVEL: Não dá para contar a história da classificação do Flamengo para a final da Sul-Americana sem antes relembrar a trajetória do jovem César, de 25 anos, e como ele foi de quarto goleiro a titular na meta rubro-negra. Em noite iluminada, o arqueiro, que se tornou herói ao lado de Felipe Vizeu, fez defesas difíceis e ainda pegou um pênalti. E sua atuação ainda ganhou ares épicos porque ele superou fortes cãibras para seguir adiante na partida que foi realizada no último dia 30.

Há algumas semanas, ninguém poderia imaginar que o quarto goleiro seria titular no confronto decisivo contra o Junior Barranquilla, na Colômbia. Há dois anos sem jogar uma partida oficial, César viu sua sorte ser mudada pelo destino e só ganhou uma nova oportunidade porque Diego Alves fraturou a clavícula, Alex Muralha atravessa péssima fase debaixo da trave rubro-negra e Thiago também se recupera de uma fratura no punho.
O início da carreira

César, goleiro do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
A trajetória do goleiro do Flamengo começou ainda nas categorias de base. Ao lado de Thomás, Negueba e Adryan, César foi um dos destaques do título da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2011. Dois anos mais tarde, mais precisamente no dia 7 de dezembro de 2013, César entrou em campo pela primeira vez com o time principal do Flamengo.

No decorrer da partida contra o Cruzeiro, no Maracanã, o goleiro não se mostrou intimidado e fez, ao menos, cinco defesas difíceis, o que gerou um frisson em torno do garoto, que na época tinha apenas 21 anos de idade. A expressividade debaixo das traves era tamanha que ele chegou a ser chamado de o 'novo Júlio César'.

Como nem tudo são flores, 2014 foi um ano para ser apagado da caminhada de César no gol rubro-negro. Durante uma temporada inteira, o argueiro só marcou presença em um único jogo e ainda foi expulso.

Em 2016, quando era considerado o terceiro goleiro do clube da Gávea, foi para a Ponte Preta com o objetivo de ganhar mais experiência, porém não teve nenhuma oportunidade de entrar em campo. Em 2017, saiu da Macaca e foi emprestado para o Ferroviária na expectativa de ser aproveitado no Campeonato Paulista, mas também não aconteceu.

Retorno ao Flamengo e novas chances

O Flamengo, por outro lado, precisando de goleiro, pois tinha apenas Muralha e Thiago no elenco, entrou em um acordo com a diretoria do Ferroviária e solicitou a volta de César para servir de opção no Ninho do Urubu durante o restante da temporada. Ainda assim, o garoto continuou sem atuar. Com a chegada de Diego Alves, do Valencia, César virou a quarta opção do elenco e chegou a sair até da lista da Copa Sul-Americana. Só que precisou retornar com um toque do destino.

Com Diego Alves lesionado, Muralha vivendo sua pior fase na carreira e Thiago também machucado, César acabou sendo o escolhido do técnico Reinaldo Rueda para ser titular na decisão da Copa Sul-Americana.

Caberá ao menino formado na Gávea a responsabilidade de tentar levar o Flamengo ao título inédito da competição continental contra o Independiente, nesta quarta-feira (13), às 21h45, no Maracanã. Como o Rubro-Negro perdeu o primeiro jogo, por 2 a 1, ele precisará vencer por dois gols de diferença para garantir o título da competição no tempo regulamentar, mas se sair vitorioso por 1 a 0 o clube carioca leva a disputa para prorrogação.

Há algumas semanas, ninguém poderia imaginar que o quarto goleiro seria titular no confronto decisivo contra o Junior Barranquilla, na Colômbia.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget