Análise: Os setores carentes do time do Flamengo

A diretoria Rubro-Negra vai precisar investir em algumas posições nas quais são carências do time Rubro-Negro.

GOAL: Ainda que tenha investido alto nesta temporada, o Flamengo teve problemas na montagem do elenco que atrapalharam no decorrer da temporada. Para 2018, a diretoria Rubro-Negra vai precisar investir em algumas posições nas quais são carências do time Rubro-Negro.

A principal delas é o comando do ataque. No meio do ano, a diretoria se desfez de Leandro Damião e acabou sofrendo na Copa do Brasil. Com Paolo Guerrero suspenso e Felipe Vizeu machucado, Rueda precisou improvisar o jovem Lucas Paquetá como centroavante, o que também ocorreu no Brasileirão.

Foto: Buda Mendes/Getty Images
Agora, com Guerrero suspenso pela FIFA por conta de doping, a prioridade do Flamengo é pelo menos um atacante de peso, que chegue com a possibilidade de ser titular ou brigar com Felipe Vizeu pela posição. O jovem acabou se destacando na reta final do ano com gols decisivos.

A lateral-esquerda também passa a ser uma posição em que a diretoria precisa de opções. Com os problemas defensivos de Trauco, é importante pensar em um nome para chegar e ser titular, tendo em vista as importantes competições da equipe na próxima temporada e a pouquíssima margem para erro. Vale ressaltar também que o peruano estará bem focado na disputa da Copa do Mundo.

Na zaga, Rueda quer contar com pelo menos um nome para ser titular. Com Juan e Réver, apesar de força pelo alto, o Flamengo perde em velocidade. Nos últimos jogos, por exemplo, o Rubro-Negro sofreu pelo menos um gol em cada partida.

Por conta da idade, Juan também não constuma fazer muitas partidas consecutivas, o que só comprova o quanto a equipe precisa de um zagueiro que chegue com a possibilidade de ser titular ou pelo menos brigar pela vaga.

No meio-campo, o Rubro-Negro também precisa se reforçar, mais precisamente com volantes. Com as oscilações de Willian Arão, o elenco quase não tem opções, bem como na vaga de Gustavo Cuellar. Márcio Araujo, odiado por grande parte da torcida, não deve permanencer no grupo e nem goza de prestígio para ter tranquilidade na equipe.

Com orçamento direcionado para contratações menor do que o deste ano, o Flamengo vai precisar ser mais criativo e certeiro no mercado para não repetir os mesmos erros de planejamento desta temporada.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget