Avô de César se emociona com classificação do Flamengo

Graças à lesão de Diego Alves e às falhas de Muralha, um goleiro com DNA rubro-negro teve a chance de recomeçar.

GLOBO ESPORTE: Desde criança, César sempre esteve entre os melhores goleiros das competições que disputou. Eric Dimitri, irmão do jogador, guarda na memória as atuações na Copa São Paulo de Futebol Junior e no título do Mundial sub-20, com a seleção brasileira. Mas quem queria ver César em ação pelo Rubro-Negro era o avô Álvaro Bernardo, de 90 anos, que não entendia o motivo do afastamento do neto dos gramados.

- Ele só falava assim quando eu perguntava: "Meu neto, por que você não joga? Você está machucado?". E disse: "Não, o senhor aguarde que um dia vai chegar". E chegou - afirmou seu Álvaro emocionado.

Foto: Divulgação
Graças à lesão de Diego Alves e às falhas de Muralha, um goleiro com DNA rubro-negro teve a chance de recomeçar. E, no momento decisivo para a equipe na Sul-Americana, César conseguiu conquistar a confiança da torcida de uma maneira quem nem a família poderia imaginar: intervenções importantes e pênalti defendido, até mesmo com uma cãimbra que insistia em atrapalhar.

Amanda Dutra, esposa do jogador, revela que o momento da penalidade cobrada por Chará foi difícil de assistir.

- É um momento de alegria e gratidão, porque Deus cumpre as promessas e faz os sonhos se realizarem. E a gente está muito feliz - disse Amanda.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget