César e Vizeu são eleitos os melhores de Barranquilla x Flamengo

Decidiu o confronto com três gols - dois ontem, um no Maracanã. Para abrir o placar, linda arrancada. No fim, posicionamento de centroavante.

LANCE: O roteiro não poderia ser diferente.  César entrou e virou o herói. Quando ninguém esperava, o goleiro garantiu a vitória por 2 a 0 sobre o Junior de Barranquilla e está na final da Copa Sul-Americana. Felipe VIzeu também foi iluminado e marcou duas vezes. Veja as notas do Lance!

JUNIOR DE BARRANQUILLA

​6,0
Viera
Sem culpa nos gols sofridos, já havia evitado um gol do F. Vizeu antes.

6,0
Murillo
Repetiu a boa atuação do primeiro jogo. Sobe bem ao ataque.

4,0
Pérez
Vencido por Vizeu nos raros duelos entre eles, inclusive nos gols rivais.

César, goleiro do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
4,5
Ariás
Teve problemas na bola aérea nas poucas vezes em que o Fla avançou.

5,0
Gutiérez
Atuação discreta. Não foi ao ataque e nem foi incomodado lá atrás.

5,0
Narváez
Bem na marcação, não repetiu o sucesso com a bola nos pés.

5,5
Cantillo
Foi quem tentou acelerar o jogo no meio, mas faltou perna no final.

6,0
González
Tem qualidade no mano a mano, mas a bola pouco chegou nele.

5,5
Mier
Perdeu algumas bolas bobas e, por isso, nem voltou para a etapa final.

4,5
Chará
Liso demais, deu trabalho, mas falhou nas conclusões. Perdeu até pênalti.

5,0
Téo Gutierrez
Saiu demais da área e deixou sua equipe sem uma referência.

5,5
Ovelar
Deu maior profundidade ao time, mas não conseguiu finalizar ao gol.

4,5
Luis Díaz
Repetiu a atuação do Maracanã: entrou e perdeu alguns gols.

5,5
Barrera
Foi agudo e sofreu pênalti, e também arrumou confusão com a zaga.

5,0
Julio Comesaña
Time previsível, não pressionou em nenhum momento.

FLAMENGO

​8,5
César
Noite memóravel do goleiro. Fez boas defesas e, no momento decisivo da partida, pegou pênalti. Atuação para dar confiança para o camisa 24.

5,5
Pará
Presença quase nula no campo de ataque. Na defesa, não comprometeu, mas teve problemas nos duelos com González e Yimmi Chará.

7,0
Rhodolfo
Titular de última hora - Réver lesionou-se no aquecimento -, manteve o bom nível da zaga. Com coragem, impediu um gol ao atirar-se na bola.

7,0
Juan
Bem na cobertura de Trauco e de Cuéllar, fez boa parte dos desarmes do Flamengo, levando a melhor sobre Téo Gutiérrez durante todo o jogo.

5,0
Trauco
Foi presa para fácil Yimmi Chará. Apesar disso, as falhas defensivas não comprometeram. Também teve uma atuação discreta no ataque.

6,5
Cuéllar
Em sua cidade natal, o volante fez um bom primeiro tempo, com bons desarmes quando o Flamengo não se encontrava em campo.

6,5
Willian Arão
Foi um dos que se salvaram no primeiro tempo. Na segunda etapa, entrou no ritmo de Diego e Everton Ribeiro, participando pouco.

5,0
Diego
Em um dos jogos mais importantes do ano, o meia teve uma atuação muito discreta. O Flamengo sofreu na criação de jogadas por isso.

5,0
Éverton Ribeiro
Foi mais participativo que Diego, mas acabou errando muito mais também. Além disso, abusou dos passes laterais e para trás.

6,5
Lucas Paquetá
​Além de atuar como assistente de Trauco, por conta das subidas de Chará por aquele lado, criou as jogadas mais agudas do time na etapa inicial.

8,5
Felipe Vizeu
Decidiu o confronto com três gols - dois ontem, um no Maracanã. Para abrir o placar, linda arrancada. No fim, posicionamento de centroavante.

6,5
Márcio Araújo
​Entrou para fechar o meio-campo e fez o que se espera dele.

7,0
Rodinei
Outra vez mostrou que tem estrela - e que pode ser importante atuando também no meio-campo. A assistência para Vizeu selou a classificação.

Mancuello
​Entrou nos minutos finais.

7,0
Reinaldo Rueda
Time foi pouco criativo, especialmente no primeiro tempo, mas não sofreu grande pressão. Na etapa final, com as mudanças, foi fatal.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget