César fala sobre câimbra: "Para conseguir me recuperar foi difícil"

LANCE: Aos 25 anos, o goleiro César viveu um dos melhores momentos da sua breve carreira na noite desta quinta-feira, em Barranquilla, na Colômbia. Ele não disputava uma partida oficial há cerca de dois anos, mas voltou ao time em grande estilo ao defender um pênalti de Chará. Antes, ele ainda fez outras boas defesas e mostrou segurança ao substituir o criticado Alex Muralha. Ao fim da partida, o camisa 24 vibrou muito e falou sobre as dificuldades enfrentadas na semifinal fora de casa.

- Apesar da oportunidade ter sido dada de uma forma diferente, ruim, conseguimos a classificação. Mas eu estou muito feliz por hoje - disse o goleiro ao SporTV, ainda na saída de campo.

César, goleiro do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
César sentiu muitas câimbras durante a partida pelo longo período de inatividade. Por isso, os defensores passaram a cobrar os tiros de meta no segundo tempo, poupando o goleiro, que negou ter feito cera.

- Eu nunca tinha sentido câimbra da forma como foi hoje. Para conseguir me recuperar foi difícil, não foi falta de respeito ao Junior. Na realidade, quando você fica muito tempo sem jogar, a adrenalina de jogo é diferente. Eu sabia que isso seria natural, eu já tinha até avisado para eles (companheiros) - comentou.

César explicou a sua estratégia para defender o pênalti de Chará.

- Aguardei ao máximo e fui para o canto provável dele bater - resumiu.

Ao fim da partida, o camisa 24 do Flamengo vibrou muito e falou sobre as dificuldades enfrentadas na semifinal fora de casa.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget