Confusão no Maracanã revolta Zico, que desabafa e cobra Flamengo

GLOBO ESPORTE: A experiência traumática pela qual muitos torcedores rubro-negros passaram na última quarta-feira também foi vista de perto pelo maior ídolo do clube. Zico estava no Maracanã na final da Sul-Americana e viu de perto o desespero de famílias em meio à confusão que tomou conta do estádio antes e depois do jogo entre Flamengo e Independiente. E o camisa 10 da Gávea não economizou nas críticas à organização do jogo.

Em Juiz de Fora na manhã desta segunda-feira para acompanhar as finais da copa que leva seu nome, Zico atendeu a crianças, pais e mães em ambiente de descontração. Cenário que contrasta com o que observou no Rio de Janeiro na decisão continental.

Após acompanhar os pronunciamentos do Flamengo e das autoridades sobre o episódio, incluindo a possibilidade cogitada pelo clube de não mandar mais jogos no Maraca, o ex-jogador cobrou investimento e prevenção.

Foto: Raphael Lemos
– Se você gasta 200 para ter 20 mil pessoas, gaste 400 para ter o dobro. O Flamengo tem que ter essa responsabilidade também e quem quer que queira jogar no Maracanã em grandes jogos. Investimento é isso, dar conforto e segurança ao torcedor. Só estamos vendo um acusar o outro e vão empurrando com a barriga. Todo mundo é responsável, principalmente o mandante. Todo mundo já sabia nas redes sociais que ia ter fogos na concentração e ninguém fez nada para impedir.

- O encontro de torcidas estava marcado, "vamos invadir às tantas horas"... Isso é vergonhoso! Saber e não remediar a situação. Pais e filhos foram para lá, gente assustada. No local onde eu estava havia gente desesperada, você via no olhar das pessoas. É duro ver um espetáculo manchado por uma situação que poderia ser evitada – lamentou.

Zico também questionou a eficácia do clima hostil com o qual foram recebidos delegação e torcedores do Independiente. Para ele, essas ações já não surtem mais efeito. O Galinho ainda traçou um paralelo com outro clássico de rivalidades acirradas que viveu quando era técnico na Turquia.

– Esse negócio de achar que pressão vai ganhar jogo já era. Eu sofri com isso em hotel, fogos, só motivava a gente, queria ver depois do jogo onde esses caras iam enfiar esses fogos. Sofri isso com Atlético-MG, Grêmio, não adiantava nada, é no campo que se resolve. As pessoas têm que se conscientizar disso, de que é um espetáculo que precisa de segurança.

- Foi um exemplo ruim, triste, que pode afastar muita gente dos estádios, mas futebol não é isso. Participei de um dos maiores clássicos em rivalidade do mundo: Galatasaray e Fenerbahçe. Cinquenta mil pessoas no estádio, e lá tinha que dar 5% para o adversário, só que tinha oito mil policiais, pô! Aqui não, tem 70 mil com 600 policiais e dizem que foi o maior contingente. Deu no que deu.

Para que cenas como as vistas no Rio de Janeiro não se repitam, Zico sugeriu absorver bons exemplos adotados em outros países, com a adoção de cordões de isolamento com um raio maior de distância dos estádios e orientação ao público sobre novas práticas.

– Estou acostumado a ir a grandes eventos. Na Liga dos Campeões há uma segurança grande, a partir de uma certa distância do estádio ninguém passa, a não ser os que têm ingresso na mão. Acho que temos que pegar esses exemplos. Não pode num local com 70 mil pessoas haver 600 policiais e não ter um cordão de isolamento a um quilometro do estádio. Tem que conversar com as pessoas, orientar a chegar mais cedo porque vai ter revista grande, os que querem fazer baderna não podem passar desse cordão. É só ter disposição.


Zico também questionou a eficácia do clima hostil com o qual foram recebidos delegação e torcedores do Independiente.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget