Conheça o técnico do Independiente, adversário do Flamengo

Num duelo de grandes paixões e de fé, o Flamengo terá pela frente um adversário que pensa diferente.

GLOBO ESPORTE: Ariel Holan é figura diferente no futebol. Técnico do Independiente, rival do Flamengo na final da Copa Sul-Americana, ele veio do hóquei sobre a grama, esporte no qual conquistou medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2003 como treinador da equipe feminina do Uruguai. Fanáticos, os "hinchas rojos" (torcedores do adversário rubro-negro) lançaram olhares de desconfiança quando Holan foi anunciado, em dezembro de 2016.

Ele garante: não se incomoda com questionamentos a respeito de suas origens. Mas faz questão de deixar claro que não é um aventureiro no esporte mais popular do planeta.

Foto: Fred Gomes 
- Sempre me referi ao tema com compreensão, porque nem todo mundo precisa saber o que você fez ao longo da sua carreira. Mas não me levantei bêbado um dia e disse: "Quero ser treinador de futebol" - disse Holan.

- Eu remei mais de 10 anos em diferentes funções no futebol. Fui auxiliar, analista, fiz curso de treinador de futebol, dirigi a base, fiz uma escolinha aqui no clube em 2005, conhecendo como era a formação infantil até os juvenis. Fui auxiliar de ex-grandes jogadores e grandes treinadores como Almeyda (Matías) e Burruchaga (Jorge) - completou Holan, que ingressou no futebol em 2003, quando integrou equipe de auxiliar de Burruchaga.

Comissão numerosa, métodos modernos e conceitos do hóquei aplicados no futebol

Hoje é amado e, segundo o jornalista Carlos Maidana, do site Infierno Rojo, figuras importantes do clube defendem sua permanência por muito tempo. Com contrato a vencer em dezembro, aplica métodos do hóquei no futebol, lança mão de ferramentas tecnológicas e tem uma comissão técnica formada por 17 pessoas.

- Acredito que renove. As pessoas estão pedindo, não só que fique agora, mas por muitos anos. Muitos ex-jogadores falam que esse é o técnico que tem que ficar como Ferguson no Manchester - afirmou Maidana.

Em seu site oficial (arielholan.com), define-se como um técnico que joga no risco por "entender erros como parte do esporte". No mesmo, na seção "leituras", apoia-se em artigo do jornalista Jonathan Clegg publicado no "The Wall Street Journal" para dizer que hóquei e futebol podem ser complementares.

O texto de Clegg lembra que Louis Van Gaal, técnico da Holanda no último Mundial, relacionou a goleada por 5 a 1 de sua seleção sobre a Espanha, na estreia, a conceitos do hóquei sobre a grama.

"Como a bola não sobe, está sempre no chão, valoriza-se muito posse de bola, velocidade, habilidade técnica individual e troca de passes".

O mesmo artigo ainda cita que o também holandês Johan Cruyff assistia aos jogos de hóquei quando dirigia o Ajax.

Áudio de Whatsapp com planos vazou e o aproximou da torcida
Quando chegou ao Independiente, uma conversa de Holan com pessoa próxima a Hugo Moyano, presidente do clube, vazou na internet. Em quatro minutos e 47 segundos, afirmou que era sócio do Rojo desde o 4 anos de idade e, portanto, tinha "52 anos de arquibancada".

Segundo Holan, o tempo de "aficcionado" o permitiria entender a problemática do Independiente melhor que qualquer ex-jogador ou jogador - o clube fora rebaixado em 2013, e a pressão da torcida fazia com que técnicos não se firmassem no Rojo.

No mesmo áudio, prometeu aplicar uma intensidade "Simeonística" e "Bielsística", referindo-se a Diego Simeone e Marcelo Bielsa respectivamente. Segundo Carlos Maidana, do "Infierno Rojo", as promessas foram cumpridas. O ex-jogador Alejandro Mancuso engrossou os elogios a Holan.

- É um treinador que apareceu agora há pouco tempo. Não era do ambiente do futebol, mas mostrou muita capacidade num time grande. Muito inteligente, tem comissão técnica numerosa, cada um tem um cargo diferente. Dá para perceber que não é do ambiente do futebol. Tomou conta da parada e foi muito bem. É torcedor do Independiente, toda a família é. Caiu nas graças da torcida - disse Mancuso.

A paixão pelo Independiente o fez chorar na vitória sobre o Libertad, na semana passada. Lembrou de quando seu pai, Ramon, o levava "a la cancha". Mas garantiu saber controlar o lado emocional.

- Eu tenho muitos anos de treinador. São muitos úteis para essas circunstâncias. Essas horas de voo que nos deixam tranquilo e nos permitem passar tranquilidade. Estávamos todos felizes por onde chegamos, mas para aproveitar temos que estar concentrados. A emoção dará espaço a desfrutar tudo isso. Pela história dos dois clubes, será uma linda final.

Fé rubro-negra impressiona Holan

Questionado pela reportagem do GloboEsporte.com a respeito do amor que nutre pelo Independiente, Holan tratou como algo natural na América do Sul.

- Você, tendo a nacionalidade, sabe da importância que tem a paixão para todos nós. Vocês são muito apaixonados, os uruguaios, os argentinos, chilenos e paraguaios também. Todos na América do Sul vivem com uma paixão pelo futebol que em poucas partes se vive.

- Muitas vezes eu digo na Argentina que todos nascemos com uma camiseta de um clube e uma bola. Geralmente vem da parte do pai. Há casos de tio, mãe ou vizinho, mas o mais normal vem de pai para filho. Então é um sentimento muito forte. Futebol é uma parte importante na nossa vida, não só como esporte, mas como ferramenta social por tudo que implica. Viver tudo isso é muito comovente.

Holan se diz surpreendido com a própria torcida, porque hoje vê manifestações contra vaias. Assim que os protestos se iniciam, torcedores repudiam com o tradicional "sh".

Mas surpreso também ficou com a torcida do Flamengo. Terminada a entrevista no Centro de Treinamentos Villa Dominico, chamou a reportagem do GloboEsporte.com e brincou: "Os brasileiros também são muito apaixonados. Vi um jogo do Flamengo, e eles só faziam isso (repete o sinal da cruz várias vezes e ri muito)".

Num duelo de grandes paixões e de fé, o Flamengo terá pela frente um adversário que pensa diferente. Entre a razão e a emoção de Ariel Holan, que tem "pele roja".


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget