Flamengo depende de si para conquistar a vaga

Tudo bem que contamos com aquela vaga potencial através da Sul-Americana. Mas obviamente não está nada garantido.

BOTECO DO FLA: Ufa... A longa procissão chega ao fim.

Foram 38 rodadas e na maioria delas o Brasileirão foi tratado com certo desleixo pelo Nosso Flamengo. Por vezes se deixando cegar pela cobiça por outras competições, em alguns momentos relaxando por motivo algum que seja justificável.

Observei bastante na Filial Pobre e Sem Glamour do Boteco no YouTube durante toda a competição. Nunca os resultados dos adversários ajudaram tanto como nessa edição. Até mesmo o eterno líder Corinthians, na virada do turno, parecia perguntar para os demais: “Ninguém vai querer ganhar esse treco não?”.

Foto: Reprodução
Alguns outros candidatos até ameaçaram aceitar a oferta. O Flamengo não. Em uma bola recuada da grande área adversária até as mãos do Muralha ainda na terceira rodada, deixava claro que o Ano era de objetivos maiores. Nenhum deles alcançado.

E de tanto ajudar e ser esnobada... A tabela desistiu da gente, após carregar no colo por muito tempo e deixar criar raiz ali entre a sexta e a sétima colocação.

Para essa última jornada a situação não está lá muito favorável... Hmmm... Vamos ser ingratos não. Um milagre ainda depender só de nossas forças para garantir uma vaga ao luar da Liberta e direto na fase de grupos. E agora é com a gente mesmo, mesmíssimo. A turma foi crescendo no retrovisor e chegou. Vasco, Botafogo, Chapecoense e Atlético-MG. Todo mundo colado no Flamengo e atuando em seus domínios na tarde desse domingo. Tirando a Chape que joga contra um Coritiba ainda na luta para não ser rebaixado, o resto dos adversários dos nossos perseguidores não é de animar. Ponte já rebaixada, Cruzeiro atuando no Modo Cruzeiro já faz tempo, e Grêmio ainda a festejar a conquista da Libertadores. Nunca o “depende apenas de si” foi tão apenas... Foi tão de si.

O efeito suspensivo liberou Vizeu e barrou Rhodolfo. Se na frente está ok, lá na cozinha podemos ter Vaz e Léo Duarte. Réver sentiu aquele treco ainda no aquecimento no jogo contra os colombianos e Juan deve ser poupado para o jogo de quarta na Argentina. A notícia boa é que no ciclo bipolar do Vaz, após fazer lambança contra o Santos, esse é jogo do bem-me-quer e TEORICAMENTE não deve comprometer. A má notícia é que se jogar ao lado do Léo e do César, pode entrar em campo se achando O líder, O experiente, O xerifão... E daí vocês já sabem, né?

Do lado de lá... Do lado de lá... Vagner Mancini tem desfalques. No ataque, na lateral e na zaga. O rubro-negro baiano também depende só de si para escapar do rebaixamento e também tem uma turma crescendo no retrovisor. Dos adversários diretos nessa luta, dois jogam fora (Avaí e Coritiba) e um em casa (Sport). A equipe vem com campanha irregular nas últimas rodadas revezando vitórias, empates e derrotas.

Tudo bem que contamos com aquela vaga potencial através da Sul-Americana. Mas obviamente não está nada garantido. O melhor mesmo seria garantir logo esse treco na tarde de hoje e tirar mais essa responsabilidade extra dos ombros nos dois jogos decisivos contra os argentinos.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget