Flamengo reduz investimento, mas já lista reforços para 2018

O técnico Reinaldo Rueda quer mais um zagueiro no elenco. E pediu um zagueiro jovem.

GLOBO ESPORTE: Garantido na fase de grupos da Libertadores pelo segundo ano consecutivo – o que não acontecia desde os anos de 2007 e 2008 -, o Flamengo quer manter a base da equipe desta temporada e fazer poucos investimentos na equipe. O total destinado ao futebol não deve ser muito diferente deste ano – quando o clube comprometeu cerca de R$ 60 milhões em contratações -, mas a maior parte desta verba servirá para quitar espécie de carnê 2017.

A diretoria tem importantes gastos previstos para o início de 2018 – por Cirino, serão R$ 18 milhões, para comprar os direitos do jogador junto à Doyen Sports. Ainda falta também pagar por Berrío, ao Atlético de Medellín, mais de R$ 6 milhões, por Mancuello, ainda R$ 2 milhões, Renê, R$ 1 milhão, Rodinei, R$ 1,5 milhão. Na soma com outros atletas, mais R$ 18 milhões. Os números estão expostos no balanço do Flamengo.

Rodrigo Caetano comemorando classificação do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza


Para 2018, o investimento deve ser um pouco menor dos que os R$ 60 milhões de 2017. Mas há posições em que o Flamengo já se movimenta no mercado. O técnico Reinaldo Rueda quer mais um zagueiro no elenco. E pediu um zagueiro jovem.

Para o treinador colombiano, a média de idade da zaga é muito alta. Dos cinco zagueiros do elenco, os três que mais jogam estão acima dos 30 anos: Juan, 38 anos, Réver, 32, e Rhodolfo, 31. Rafael Vaz, que não tem permanência garantida para 2018, tem 29. Prata da casa, Léo Duarte tem 21 anos. Na mira do Flamengo, Pablo, campeão brasileiro do Corinthians, tem 26 anos.

O Flamengo também busca atacantes – de lado de campo e centroavantes. Ainda depende da situação de Guerrero, que pode ter resultado do julgamento na Fifa nesta segunda-feira. Ainda assim, com Berrío machucado e a possibilidade de perder Vinicius Júnior para o Real Madrid no meio do ano, o Flamengo busca mais de um jogador para atuar no ataque.

Há também chances do clube perder alguns jogadores. Depois de outra boa temporada, Everton, quinto que mais atuou em 2017 e terceiro artilheiro do ano, líder em assistências, é um jogador valorizado na Gávea. Recentemente, não renovou a representação com Marcio Bittencourt, que o representava nos últimos tempos.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget