"Flamengo só vai poder contratar vendendo jogador", diz Caetano

SPORTV: Em 2017, o Flamengo chegou a três finais, e venceu o Carioca e perdeu as decisões da Copa do Brasil - para o Cruzeiro - e da Copa Sul-Americana - diante do Independiente. Ao mesmo tempo, caiu na fase de grupos da Libertadores e terminou em sexto lugar no Campeonato Brasileiro. Na avaliação do diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano, a temporada ficou “aquém” do que se pretendia. Faltou um título nacional. E o peso da eliminação na Libertadores também custou caro, segundo ele.

- Nosso ano foi aquém do que imaginávamos, de fato. A meta era conquistarmos um título nacional (...). Que fique claro que ninguém ficou satisfeito com isso, principalmente com a dor da perda da Copa do Brasil nos pênaltis, e essa para o Independiente também. Mas acho que o que ficou um pouco marcado, e até com certo tempo demasiado, foi a eliminação da Libertadores. Por termos sido eliminados na primeira fase, isso ficou latente por muito tempo e nos trouxe prejuízos até mesmo de uma certa instabilidade em alguns jogos por conta da expectativa. Temos que redesenhar isso, vamos ter a Libertadores já novamente, sabendo que temos nossa responsabilidade, e que tem que primeiro passar da primeira fase, e depois as fases seguintes, para almejar quem sabe a possibilidade de uma final. E não ficar achando antes que lá chegaremos - afirmou do dirigente no Bem, Amigos!.

Rodrigo Caetano - Foto: Reprodução
Ao mesmo tempo, Rodrigo Caetano avisou que o Flamengo não deve fazer inúmeras contratações para 2018. Ele espera que reforços que chegaram no meio da temporada rendam mais ao começar o trabalho no início do ano.

- Não (vamos ao mercado). Algumas dessas contrações realizadas no meio do ano a gente entende que terão uma melhora de performance. E que fique claro, o Flamengo tem hoje muita responsabilidade nos seus compromissos, está entre as quatro ou cinco (maiores) folhas de pagamento do Brasil, é fato, mas o Flamengo não tem capacidade de aquisição como muitos aqui apregoam. O Flamengo só vai poder, quem sabe, adquirir jogador numa venda de outro - afirmou, confirmando a previsão de R$ 5 milhões para contrata

Questionado sobre Éverton Ribeiro, que chegou ao clube em junho, o dirigente lembrou que esse é um problema a se lidar com atletas contratados no meio de temporada. O rendimento fica abaixo dos demais.

- Esse é o dilema, é o problema quando você traz jogadores em meio de temporada aqui e final de temporada lá. Ele entraria de férias, e aqui ele estende o seu trabalho no mínimo até o final de ano.


Ao mesmo tempo, Rodrigo Caetano avisou que o Flamengo não deve fazer inúmeras contratações para 2018.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget