Jonas mostra desejo de ficar no Flamengo: "Quero conquistar títulos"

Quando esteve no Flamengo, o volante atuou em 36 jogos, marcou um gol.

GLOBO ESPORTE: Com o fim do empréstimo no Coritiba, o volante Jonas deve retornar ao Flamengo – clube onde tem vínculo até 2019. Contudo, o piauiense ainda não sabe se irá voltar de fato a vestir a camisa do Rubro-Negro no próximo ano, mas afirmou que, por enquanto, o plano é se apresentar no Ninho do Urubu, em janeiro, enquanto resolve a situação contratual entre diretoria e o empresário. No Piauí, onde passa férias com a família, o meio-campo nutriu desejo de voltar a jogar no Rio. Ele quer passar uma nova imagem, bem diferente de 2015, marcada por críticas pela atuação violenta e acima do tom nos jogos. E a atuação no Coxa durante o Brasileirão, segundo o atleta, é a prova de sua nova versão.

- Tenho contrato com o Flamengo até 2019. A princípio me apresento lá. Se eles me levarem de volta, ficarei feliz e vou mostrar empenho e raça para conseguir títulos e poder conquistar o carinho da torcida. O desejo é voltar. Tenho vontade de apagar 2015. O Jonas é totalmente diferente agora, então quero fazer um grande ano para o Flamengo conquistar títulos – comentou o volante, que ressaltou não ter outras propostas.

Jonas, jogador do Coritiba - Foto: PROManoel Petry
Contratado em 2015 pela equipe carioca, quando se destacou no Sampaio Corrêa, rendendo o apelido de "Schweinsteiger do Maranhão", Jonas não se firmou no Fla. Foram três empréstimos desde então: passou pela Ponte Preta, Dínamo de Zagreb, da Croácia, até se firmar em 2017 no Coxa, onde se tornou referência defensiva do time paranaense no Brasileirão, mesmo na campanha que culminou com o rebaixamento da equipe. Reciclado após dois anos longe do Rubro-Negro, o volante se sente mais maduro para jogar no Fla.

- Meu contrato acabou e tenho que me apresentar ao Flamengo. Não sei como vai se definir. Meu empresário está conversando com a diretoria, creio que vai se definir da melhor maneira. Não, ainda não (recebi propostas de outros times). Tirei tempo para descansar. Meu empresário e o Flamengo estão cuidando disso. O que decidirem vou dar o meu melhor para que venha fazer um grande ano.

Quando esteve no Flamengo, o volante atuou em 36 jogos, marcou um gol. O Rubro-Negro foi o primeiro clube da Série A defendido pelo então atleta de 23 anos. Com o tempo fora, Jonas narrou ter conquistado mais experiência.

- Quando comecei em 2015 pelo Flamengo, acho que foi um pouco precipitado. Particularmente, fui com muita vontade e força, que não consegui controlar. Fui para fora do país, peguei uma experiência e voltei ao Brasil. Estou muito feliz de ter feito um bom trabalho no Coritiba, frustrado, e muito, por não ter deixado o time na Série A. Volto (ao Flamengo) mais maduro. Quando cheguei houve muito excesso de vontade. Nas jogadas, entrava com muita força, isso me atrapalhou um pouco. Tomava muito cartão, era expulso, isso era ruim. Graças a Deus já passou, esqueci, agora é viver um grande ano e pensar em títulos – relatou.

Agradecimento ao Coxa

Ao Coritiba, Jonas revelou um carinho. Depois de um primeiro semestre irregular, parando na reserva, o volante teve com Marcelo Oliveira mais oportunidade para ganhar espaço. Virou ladrão de bola, titular e fez dois gols no Brasileiro – um deles, golaço contra o Avaí. O jogador lamentou a queda para a Série B e não descartou uma volta ao clube.

- Foi um ano bom individualmente, precisava disso. Fiquei frustrado de não poder salvar o Coritiba. -É muito difícil falar. Infelizmente, tentamos e brigamos. Não conseguimos. Vocês viram que brigamos até o fim, dependia só da gente, mas não fizemos o resultado. O Coritiba é um grande time, tenho um carinho especial por eles, pela torcida, que apoiou até o fim. Se um dia puder voltar, não sei como as coisas serão definidas, tenho certeza que serei muito feliz novamente – disse.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget