Libertadores ganha o Flamengo

O toque de lógica veio pelos pés do Vinícius Jr, que mais uma vez entrou e melhorou bastante o poder ofensivo da equipe.

BOTECO DO FLA: Sorin

Algumas toneladas a menos nos ombros para a decisão da Sul-Americana. Vaga na fase de grupos da Libertadores conseguida ao apagar das luzes, na primeira virada do Flamengo no Brasileirão 2017.

Sei lá se é alguma tendência momentânea, mas jogamos bem contra o Santos... Deu errado, jogamos assim-assim lá na Colômbia e vencemos... Outro mau desempenho na tarde-noite de ontem em Salvador... Mais três pontos na conta. É bom ter em mente que esses fatores aí são exceção, antes que alguém do Centro de Inteligência decida que o segredo para vencer é jogar mal.

Torcida do Flamengo no Barradão - Foto: Gilvan de Souza


O placar foi mexido por heróis improváveis, e uma pitada de lógica. Carlos Eduardo (aquele mesmo) com boa partida pelo rubro-negro baiano fez valer a tal Lei do Ex. Vaz (aquele mesmo) marcou para o Flamengo com, admitamos, um inteligente toque lá no ângulo do gol adversário; e Diego Ribas, que nem de longe vem tendo exatamente boas atuações, recusou ser poupado no segundo tempo e estufou a rede aos 50 minutos para carimbar a nossa vaga e jogar um cadinho de água fria nas comemorações lá em São Januário.

O toque de lógica veio pelos pés do Vinícius Jr, que mais uma vez entrou e melhorou bastante o poder ofensivo da equipe. Uma pena que ele tenha que ser poupado jogo após jogo para a primeira rodada do Espanhol 2018/2019.

Agora é lutar pelo título a partir dessa quarta-feira, contando com mais um fator improvável na torcida. Apesar de no lado de lá ter gente que prefere qualquer coisa que não seja um triunfo do Flamengo, iremos lutar também pelos interesses do Vasco e do Galo. Esses últimos aliás, que já torceram pra gente na Final da CB, vão acabar se convertendo. Em enquetes com as duas torcidas rivais realizadas aqui no GE, a opção “sim, quero que o Flamengo seja campeão” estava ganhando de lavada em Minas na página do Atlético (74 % x 26%) no momento em que o texto do Boteco estava saindo do forno. Uma vez Flamengo...

Sobre a temporada 2018 a gente conversa só depois do dia 13. Mas só pra ir antecipando... A Smurfada já começou a chorar miséria e dizer que tem pouco dinheiro para contratar. Vamos ficar observando e torcendo para que o Combo Azul já tradicional (não tem dinheiro + mau desempenho no primeiro semestre + abrir os cofres no meio do ano + agora já é tarde) não se repita. Pero... Pero... Se acontecer de novo “nóis pode” até ficar puto e arrancar a cueca (calcinha para as meninas) pela cabeça, mas surpresa não há de ser.

Mas isso tudo vem depois. Agora é foco nos hermanos pelos próximos 10 dias. Um Carioqueta + uma vaga na fase de grupos da Liberta + um título da Sul-Americana. Não é exatamente assim um Combo Ano Mágico, poderia ter sido bem mais, principalmente não fosse o desleixo no Brasileirão, mas a gente aceita de bom grado. Nosso coração rubro-negro é enorme.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget